Final nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica acontece em João Pessoa, na Paraíba

Cerca de 500 estudantes de todo o Brasil participam desta etapa

novembro 09 17:05 2018

Texto: Ascom/UFSCar

A final nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) termina nesta sexta-feira, dia 9 de novembro, em João Pessoa, na Paraíba. Desde o último dia 6, cerca de 500 alunos do Ensino Fundamental e Médio participam dessa última etapa, com a representação de pelo menos duas equipes de cada Estado do Brasil. Nessa fase, todos os participantes serão premiados por mérito, pois são os estudantes de maior destaque em seus Estados. Além das medalhas de ouro, prata e bronze nacional, as equipes também concorrem por prêmios de dedicação, inovação, design, robustez, maker e pelo Diário do Robô, um documento que descreve os aspectos construtivos e de desenvolvimento do projeto. A equipe vencedora representará o Brasil, em 2019, na Austrália, na RoboCup, o maior evento de competições de robótica do mundo.

Com recorde de inscrições, a OBR teve mais de 150 mil participantes em 2018, que realizaram provas teóricas e práticas de robótica em suas escolas e em sedes regionais. Mais de metade dos municípios do Brasil participaram da OBR em 2018. As mais de 4.200 equipes de todo País passaram por cerca de 80 etapas regionais e estaduais, sendo selecionadas 102 equipes para a final nacional. Nessa etapa estão presentes também os estudantes melhor classificados em seus Estados na Modalidade Teórica – Nível 5, que nunca tiveram contato com robótica na prática, convidados a participar de um minicurso prático de robótica móvel.

Na Etapa Nacional da Modalidade Prática, as equipes recebem a missão de construir e fabricar um robô totalmente autônomo, ou seja, sem controle remoto, capaz de navegar por um ambiente que simula um desastre natural, e resgatar vítimas, representadas por bolas de isopor, para um local seguro. Em João Pessoa, foram realizadas três rodadas classificatórias, de onde saíram 10 classificados em cada nível para a fase final que ocorre neste dia 9/11, no Centro de Convenções, junto a diversos outros eventos científicos da área de Robótica. Todos os eventos da OBR são gratuitos e abertos ao público.

A OBR tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de diversas instituições em todo Brasil. Desde 2017 a coordenação geral do evento em nível nacional é feita pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), sendo a professora Tatiana Pazelli, do Departamento Engenharia Elétrica (DEE-UFSCar), a atual Coordenadora geral, e o professor Rafael Aroca, do Departamento de Computação (DC-UFSCar), o atual Vice-coordenador geral. Participam também da organização nacional da OBR o Colégio Técnico de Campinas (Cotuca-Unicamp), Sesi-São Paulo, Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), RoboCup Brasil, Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Universidade Paulista (Unip), Mostra Nacional de Robótica (MNR), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Ministério da Educação (MEC). Para a realização do evento nacional, a OBR também tem o apoio do Governo da Estado da Paraíba, Prefeitura Municipal de João Pessoa, Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Instituto Federal da Paraíba (IFPB).

  Categorias: