26 Junho 2017

Twitter 

You need to upgrade your Flash Player
Editais Abertos Patronage
Editais Encerrados Resultados Editais
Sistema de Eventos Licitações

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions

Tabela de Pagamentos Ouvidoria
Quadro de Diárias Manual de Prestação de Contas
 Autenticar Documentos Valores de Bolsas

Ensino Integral do Iema chega a mais quatro municípios ainda este mês

  • PDF

Estão em fase de finalização os preparativos para a instalação das novas quatro unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). Dessa vez, as cidades contempladas com o ensino técnico em tempo integral serão Axixá, Coroatá, São José de Ribamar e Timon, todas com período letivo programado para fevereiro de 2017.

Projeto do Governo do Maranhão executado pela Secti, o Iema visa à formação técnica e profissional dos maranhenses de acordo com as vocações locais das diferentes regiões do estado. Para isso, antes da instalação de uma nova unidade são realizados estudos técnicos e audiências públicas nas quais são coletadas as demandas da população.

Em Axixá, por exemplo, serão oferecidos os cursos de Cooperativismo, Eletrotécnica, Agricultura Orgânica e Informática (manutenção e redes). Já em Coroatá, os cursos ofertados serão Agricultura Orgânica, Cooperativismo, Avicultura e Informática. Em Timon serão ofertados os cursos de Equipamentos Biomédicos, Informática Biomédica, Logística e Serviços Jurídicos, e, em São José de Ribamar os de Eletromecânica, Guia de Turismo, Agricultura Orgânica e Informática.

iema.fev3

Obras do Iema São José de Ribamar estão em finalização; Os Iemas de Axixá, Coroatá, São José de Ribamar e Timon iniciam as aulas em fevereiro de 2017.

Foto: Divulgação

 

Oportunidades

Atendendo 640 alunos nesta nova etapa, o Iema também inova nas oportunidades de protagonismo oferecido aos estudantes. “É um instituto que oferece o ensino técnico em tempo integral com modelo pedagógico inovador, onde o estudante define parte do próprio currículo com a orientação dos professores, participa de estudo orientado, constrói seu projeto de vida, participa de clubes de protagonismo nas áreas do seu interesse, desenvolve experiências e práticas nos laboratórios, faz três refeições diárias com cardápio acompanhado por nutricionista, tem assistência psicopedagógica e educação em saúde, realiza práticas esportivas e estágio supervisionado ao final do 3º ano”, detalhou o secretário Jhonatan Almada.

Além disso, professores e alunos têm a oportunidade de desenvolver pesquisas com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapema), e agora a instituição também oferece o programa de intercâmbio internacional pelo Programa ‘Iema no Mundo’, onde podem cursar um semestre do Ensino Médio no exterior (high school).

O modelo oferecido pelo Iema chegará a mais estudantes a partir de 2017. “É uma oportunidade ímpar para a juventude construir projeto de vida autônomo e produtivo por intermédio de educação profissional e tecnológica em tempo integral com as mais amplas condições possíveis no que tange à estrutura, professores, técnicos e equipamentos. Além disso, nossa equipe orientará, a partir de 2017, as Secretarias Municipais de Educação quanto a tecnologia de gestão e ao modelo pedagógico do Iema, com o objetivo de transferir essa tecnologia social às redes das escolas municipais”, detalhou o secretário.