Governo alavanca desenvolvimento científico com abertura de editais de pesquisa

Governo alavanca desenvolvimento científico com abertura de editais de pesquisa
agosto 14 18:17 2019

Com foco em diversificar a produção científica no Maranhão, o Governo do Estado abriu mais editais de fomento à pesquisa. A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Tecnológico (Fapema) lançou o edital para o Prêmio Fapema 2019, que premia pesquisas científicas e de inovação tecnológica no Estado, editais nas áreas de monitoramento de serviços de saúde (em Caxias), além de apoio a programas e projetos de incentivo internacional de ciência e inovação. Todos os editais estão disponíveis na plataforma da Fapema, por meio do site www.fapema.br.

O edital voltado para o polo de Medicina em Caxias tem como objetivo intervir na realidade epidemiológica, sanitária e sociocultural, propor projetos na rede assistencial, além de contribuir para a formação acadêmico-científica dos estudantes de Medicina, por meio de estágio e desenvolvimento de projetos de extensão.

Com essa iniciativa, serão destinados recursos financeiros no  valor  total  de R$ 587 mil, para apoio de projetos que podem contemplar os eixos: saúde da criança, saúde da mulher, saúde do adulto e do idoso, endemias negligenciadas e emergentes, além de assistência psicossocial. Os interessados podem submeter os trabalhos até o próximo dia 23 de agosto, e o resultado final será conhecido a partir do dia 21 de outubro de 2019.

Além das fronteiras

Já o edital para disseminar os programas e projetos de apoio internacional de ciência e inovação tem como finalidade oferecer plataforma para líderes de grupos em início de carreira, no Brasil, para interação no Reino Unido. Além disso, visa estimular a capacidade de investigação facilitando a formação e a transferência de competências entre os dois países.

“Agradeço ao presidente da Fapema, professor André Santos, e toda equipe, pela produtiva reunião com os pesquisadores da UEMA. Destaco, em meio a tantas dificuldades, o esforço que permitiu o aumento da cota de bolsas de Mestrado. Ciência requer investimento”, destacou o reitor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Gustavo Costa.

Prêmio Fapema 2019

A Fapema também lançou edital para premiar a pesquisa científica maranhense. A edição de 2019 terá um total de R$  200 mil em prêmios, distribuídos entre estudantes do ensino médio, técnico, graduação, pós-graduação, mestres, doutores, pesquisadores, inventores e profissionais graduados em Comunicação Social. Os ganhadores receberão diploma e troféu oficial do concurso e prêmio em dinheiro.

Os vencedores, em cada categoria, serão conhecidos na cerimônia de premiação, no dia 5 de dezembro, que acontecerá no Teatro Arthur Azevedo, na capital maranhense.

Para a estudante de Engenharia Elétrica, Gerliane Chaves, ganhadora do prêmio na edição de 2017, a premiação é um estímulo para que pesquisadores deem um bom retorno à sociedade. “Ganhei o prêmio Fapema Neiva Moreira em 2017, com o trabalho de Vigilância Popular em Saúde, desenvolvido no bairro Pequiá de Baixo, em Açailândia. Desenvolver pesquisas de qualidade é uma forma de dar um retorno à  comunidade”, avalia.

Em sua 15ª edição, o prêmio homenageia a professora Terezinha Rêgo, farmacêutica e bioquímica, idealizadora do Herbário Ártico Seabra e do Programa Farmácia Viva, mantido pelo Governo do Maranhão e que beneficia maranhenses em todo o estado, com tratamento fitoterápico.

 

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Maranhão

  Categorias: