Inscrições para a Segunda Chamada Pública Emergencial de Estudantes e Profissionais de Saúde encerram nesta sexta-feira (10)

Inscrições para a Segunda Chamada Pública Emergencial de Estudantes e Profissionais de Saúde encerram nesta sexta-feira (10)
julho 07 10:25 2020

Estudantes dos Cursos de Medicina, Enfermagem, Farmácia e Fisioterapia (acadêmicos formandos) de Instituições de Ensino Superior, públicas e privadas, sediadas no Maranhão, e profissionais das respectivas áreas de atuação são público-alvo do edital Força Tarefa Discente: Ações Extensionistas de Prevenção, Cuidados e Combate à Pandemia da Covid-19. O edital com todas as informações está disponível no site da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) no endereço www.fapema.br. A chamada pública, lançada pelo Governo do Estado por meio da Fundação juntamente com Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem recursos alocados no valor de R$ R$122.400,00 e recebe inscrições até sexta-feira (10).

As inscrições podem ser feitas via e-mail institucional da Escola de Saúde Pública do Maranhão (ESPMA) escoladesaudepublica.ma@gmail.com identificado no campo assunto do e-mail: “[INSCRIÇÃO] Fapema/SES 05/2020 (Área de atuação / Nome do Candidato)”.

Por meio do edital serão concedidas quotas institucionais de bolsas de extensão a estudantes de Instituições de Ensino Superior (IES), públicas ou privadas sediadas no Maranhão, e profissionais da área da saúde para o desenvolvimento de ações de Prevenção, Cuidados no Combate à Pandemia do novo Coronavírus.

A seleção será em caráter emergencial. Os estudantes e profissionais da área de saúde irão atuar no atendimento em centrais de informações, atendimento telefônico e por meios digitais à população, voltado ao esclarecimento de dúvidas e à prestação de orientações relacionadas à prevenção e cuidados no combate à pandemia do novo Coronavírus.

Os selecionados também atuarão de forma a instituir um fluxo assistencial capaz de acolher bem, estratificar o risco e aconselhar, com clareza e cordialidade, pacientes com síndromes gripais agudas que buscam as Unidades de Saúde, preferencialmente as UPAs da região metropolitana de São Luís, bem como qualificar o fluxo de entrada dos pacientes nas UPAs, absorvendo os casos moderados e graves e referenciando para a Atenção Primária os casos leves, com cartão de encaminhamento.

  Categorias: