Fapema realiza oficina para elaboração de edital

Fapema realiza oficina para elaboração de edital
abril 13 15:54 2018

O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), realiza no próximo dia 18 (quarta-feira), das 8h30 às 12h, no Casarão Tech Renato Archer, a oficina “Apoio a Iniciativas de Inovação e Tecnologia Social nos Municípios do Plano mais IDH”. A atividade visa fomentar o debate, bem como traçar diretrizes para a elaboração do edital “Comunidade” de pesquisas voltadas a iniciativas de inovação e tecnologia social nos municípios do Plano Mais IDH.

 

De acordo com a diretora Científica da Fapema, Silvane Magali Vale Nascimento, as oficinas que precedem a elaboração dos editais são instrumentos que têm sido usados desde o início desta gestão e têm como principal objetivo promover um diálogo entre os pesquisadores e, se possível, também com organizações da sociedade civil e outros sujeito ligados a elas, e que tenham relação com a temática do edital. “Nelas, nós apresentamos as ideias preliminares sobre o edital, mas a ação principal é colocar esses sujeitos em diálogos para que nos apresentem propostas para o edital, principalmente as referentes aos itens e eixos temáticos. Quando a gente coloca outros sujeitos, é porque eles também precisam dizer o que interessa, o que deve ser estudado ou aprofundado pelos pesquisadores. É uma experiência muita rica. Alguns editais da Fapema na nossa gestão são oriundos desse debate”, diz Silvane Magali.

 

O edital “Comunidade” tem o objetivo de apoiar projetos de tecnologia social, iniciativas de baixo custo, com potencial de escabilidade, replicabilidade e comprovado impacto social, prioritariamente nas áreas de geração de renda e conectividade, que busquem contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do Estado do Maranhão.  Para Silvane Magali, o edital tem uma marca bastante significativa que é a relação comunidade e universidade. “Os pesquisadores elaboram seus projetos de extensão em interface com as pesquisas a partir de toda uma articulação que já tenham com as comunidades ou a partir da pretensão de ter esse vínculo. São projetos que se voltam para essa perspectiva de fazer uma conexão focada nesse diálogo de saberes”, afirma.

Tendo como público-alvo pesquisadores docentes de instituições de ensino médio e/ou superior de pesquisa, o evento será dividido em dois momentos: apresentação da minuta do edital e ação dos grupos de trabalhos. Na plenária final serão apresentados os resultados das discussões dos grupos.

  Categorias: