Dirigentes de Fundações de Amparo à Pesquisa visitam o InovaBra Habitat

Dirigentes de Fundações de Amparo à Pesquisa visitam o InovaBra Habitat
agosto 27 11:37 2019

Dirigentes de agências de fomento à pesquisa visitaram o InovaBra Habitat, espaço de geração de negócios e de apoio ao empreendedorismo do Bradesco, no último dia do Fórum do Conselho das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), realizado em São Paulo entre os dias 22 e 23 de agosto.

“Entrar em contato com uma nova dinâmica de desenvolvimento de negócios mais colaborativos e com os diversos elos do sistema de inovação é importante porque as FAPs fazem parte do ecossistema de empreendedorismo”, disse Marcelo Nakagawa, membro da coordenação da área de pesquisa para inovação da FAPESP, ao apresentar o projeto.
Lucas Nogueira, coordenador do InovaBra, explicou a dinâmica do modelo e falou sobre a motivação do banco. “O InovaBra reposicionou o Bradesco nesse mundo de inovação”, disse. Inaugurado em fevereiro de 2018, o projeto abriga 191 startups, 77 grandes empresas de diferentes ramos, oito fundos de investimento, consultores e parceiros.

O prédio de 10 andares, localizado nas proximidades da avenida Paulista, reúne startups e empresas das áreas de blockchain, big data, internet das coisas, Inteligência artificial, Application Programing Interface (Api) e plataformas digitais e de computação imersiva, que não precisam necessariamente ser do ramo financeiro.

Para Marcio Araújo Pereira, diretor-presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), a ideia de compartilhar espaço para a geração de negócios tem como base o conceito de que as pessoas aceitam trabalhar em conjunto. “No Mato Grosso do Sul,  as ideias florescem; o desafio é como deve ser feito o apoio, como buscar soluções e novos espaços. Aprender a expandir é importante”, comentou.

 

Fonte: Heloísa Reinert | Agência FAPESP 

  Categorias: