Aplicativo para celular financiado pela Fapema oferece serviços domésticos de diarista

Aplicativo para celular financiado pela Fapema oferece serviços domésticos de diarista
novembro 17 20:48 2016

technordeste-fapema4Já imaginou chegar em casa e ver todas as suas tarefas domésticas prontas? Essa é a missão da startup Dona Rita. Idealizada pelo empreendedor Eduardo Araújo, ela intermedeia serviços domésticos personalizados pelo próprio cliente. São oferecidos serviços de limpeza e organização da casa, como: faxina, organização de armários, cardápio, passeio com pets, lavagem e passagem de roupas.

 

“Os serviços proporcionados pela DonaRita podem ser acessados pelos usuários através de site ou aplicativo móvel, onde o cliente pode contratar a diarista de acordo com a sua necessidade, preferência e meio de pagamento. A diarista recebe o valor pago em sua conta bancária, já com a taxa da DonaRita devidamente descontada”, explica Eduardo Araújo. 

 

O projeto é financiando pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e participa também do Programa Inova Maranhão, que consiste no acompanhamento e aperfeiçoamento do modelo de negócios e soluções das empresas contempladas pelo edital Startup, juntamente com a Baita Aceleradora de Campinas (SP).

 

“Após a aprovação da Emenda Constitucional n° 66/2012 em 2013 a procura por diaristas no mercado brasileiro, aumentou em pelo menos 40% só em 2013. Mesmo tendo mais de 6 milhões de pessoas atuando nesse mercado em 2011, segundo estudo do DIEESE feito no período entre 2004 e 2011, no Nordeste o número de mensalistas com carteira assinada é quase metade do número de diaristas, e com essa nova regulamentação essa diferença só tende a aumentar devido os altos custos desse processo”, destaca o empreendedor.

 

A DonaRita se propõe a ser referência na intermediação de serviços domésticos em todo o País, levando aos clientes a possibilidade de encontrar e contratar profissionais qualificados em tempo hábil e sem grandes complicações.

 

“Estamos em fase inicial de vendas dos serviços através do site. O aplicativo que intermediará os serviços por dispositivos móveis está em fase de testes e correções de erros. Nossa intenção é atender famílias, pessoas solteiras que moram sozinhas, profissionais liberais e empresas”, diz Eduardo Araújo. 

 

O projeto está participando da 1ª edição do Tech Nordeste – Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento da Região. O evento é promovido pelo Sebrae Maranhão com o apoio da Fapema. O Tech Nordeste ocorre no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana até o dia 18 de novembro.

  Categorias: