Nona edição do Prêmio FAPEMA celebra a Inovação e a Ciência do Maranhão

Nona edição do Prêmio FAPEMA celebra a Inovação e a Ciência do Maranhão
novembro 26 13:16 2013

DSC 3508Na noite da última segunda-feira (25), autoridades, imprensa e comunidade científica se reuniram no Teatro Arthur Azevedo para reverenciar os vencedores do Prêmio FAPEMA 2013.

Já consagrado como a premiação científica mais importante do Norte/Nordeste, o Prêmio FAPEMA é uma iniciativa do Governo do Estado do Maranhão por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA e tem como objetivo reconhecer o talento dos pesquisadores locais, estimular a divulgação científica e tecnológica do Maranhão, bem como premiar iniciativas empresariais ou pessoais que tenham contribuído para a preservação do conhecimento, com impactos e resultados para a sociedade.

Este ano, houve recorde tanto em número de inscrições como em número de premiados. Ao todo, 155 projetos entraram na disputa, dos quais 32 foram escolhidos, totalizando 54 vencedores, entre orientandos e orientadores. “O Governo do Estado tem destinado cada vez mais recursos para o fomento da pesquisa por meio da FAPEMA. Os resultados desses investimentos já podem ser sentidos. Um deles é o número de inscrições recorde no Prêmio FAPEMA 2013. Podemos citar, também, a participação de uma empresa inovadora, o que nunca havia acontecido”, comemorou a diretora-presidente da Fundação, Rosane Guerra. Foto 2 Prêmio Fapema foto Antônio Martins

Destinado a alunos de ensino médio, alunos de graduação, mestres, doutores, pesquisadores, inventores, empresas inovadoras e pessoas que tenham contribuído para preservação dos bens imateriais e “saberes populares”, o Prêmio FAPEMA 2013 distribuiu R$ 220 mil, além de troféus e medalhas, entre nove categorias: Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Divulgação Científica, Inovação Tecnológica, Desenvolvimento Humano e Empresa Inovadora. “A ciência é uma das principais responsáveis por promover a transformação em nosso estado e a premiação de hoje mostra que o Maranhão tem um potencial muito grande para promover essa mudança”, destacou o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Costa.

Com o tema “Globalização e Ciência: Intercâmbio de Tecnologias para o Desenvolvimento do Maranhão”, esta foi a nona edição do Prêmio. Um dos premiados da noite na categoria Pesquisador Sênior, Valério Monteiro Neto, falou em nome de todos os vencedores, quando destacou a importância do Prêmio, traçando as mudanças pelas quais a área de ciência e tecnologia vem passando. “Mais que uma satisfação pessoal receber esta premiação é uma honra, levando em conta a elevada qualidade das pesquisas científicas no Maranhão. Antes, havia poucos doutores no Maranhão e os recursos destinados ao fomento da pesquisa, principalmente em nossa região, eram muito escassos. Hoje o cenário é outro, o que mostra que temos que continuar investindo mais e melhor no desenvolvimento da pesquisa científica”, enfatizou.

Foto 10 Prêmio Fapema foto Antônio MartinsO secretário de Estado da Casa Civil, João Abreu, que na solenidade representou a governadora Roseana Sarney, salientou a atenção dada pelo Governo do Estado para o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia do Maranhão. “Este ano, os investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação foram 25% maiores que em 2012. Sabemos que esse é o caminho para conseguirmos um Maranhão melhor e mais desenvolvido”, disse.

Para a pesquisadora Cristina Loyola, vencedora da categoria Desenvolvimento Humano, este foi o reconhecimento mais importante de sua vida. “É uma felicidade rara ser reconhecida com esse projeto. O saber da universidade, quando é submetido à comunidade promovendo desenvolvimento humano, é muito mais gratificante”, destacou a pesquisadora, que conquistou o Prêmio com um trabalho de integração entre pesquisa, educação e comunidade em prol da redução da mortalidade infantil em Itapecuru-Mirim.

Durante a premiação, os melhores trabalhos do Seminário de Iniciação Científica (Semic), que aconteceu durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, também foram reconhecidos. Além disso, foram homenageados com o troféu honra ao mérito científico e tecnológico personalidades que se destacaram pelos investimentos e esforços destinados à ciência e tecnologia em prol do desenvolvimento do estado, como a governadora Roseana Sarney, a pesquisadora Teresinha Rego, o pesquisador e ex-presidente da FAPEMA, Antonio Luiz Amaral Pereira, dentre outros.

  Categorias: