Comitê avalia propostas da modalidade “Participação em eventos” do Edital Eventos Científicos

Comitê avalia propostas da modalidade “Participação em eventos” do Edital Eventos Científicos
maio 25 16:53 2018

Texto e fotos: Leandro Alves

“A Fapema o considera como um dos editais de grande importância para a comunidade acadêmica, porque através dos Eventos Científicos, tanto de ‘Realização’, quanto de ‘Participação’, nós conseguimos difundir sua produção, além de reafirmar intercâmbios e parcerias entre pesquisadores e entre instituições de ensino”, disse a diretora Científica da Fapema, Silvane Magali Nascimento, sobre o Comitê de Julgamento do Edital Nº 001/2018 – Eventos Científicos, na manhã desta sexta-feira (25).

Os trabalhos iniciaram às 8h30 e devem finalizar até o final da tarde. Uma equipe formada avaliada por 19 Consultores de diferentes áreas e instituições de ensino superior do estado avaliam 135 propostas que foram submetidas à modalidade “Participação em eventos”, da segunda chamada do Edital de Apoio à Realização e Participação de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação.

Silvane Magali explica que o edital é uma forma de reafirmar o lugar do Maranhão, nacional e internacionalmente, colocando-o cada vez mais no circuito da pesquisa como um estado produtor de conhecimento. “Quanto mais conseguimos abrir o leque de possibilidades de submissões de contemplações no edital, mais conseguimos que o Maranhão se torne referência na produção de conhecimentos”, destaca a diretora científica.

O Governo do Maranhão destinou R$ 165 mil em recursos para essa modalidade da 2ª Chamada pública, que deve financiar as propostas do edital, com o objetivo de difundir o conhecimento científico e popularizar a ciência através   da   linha   de   ação   “Popularização   da   Ciência”, e   no   âmbito   do   programa   “Mais Divulgação”.

Aassessora de Planejamento e Ações Estratégicas da Fapema, Aline Silva Andrade Nunes, explica a diferença entre as duas modalidades do edital. “‘Participação’, custeia a atuação de pesquisadores em eventos científicos no país e fora do país, colocando os professores numa projeção nacional e internacional. Já a modalidade ‘Realização’ apóia a produção de eventos aqui no Maranhão e possibilita a vinda de pesquisadores de outros lugares para participarem como convidados ou palestrantes”.

Segundo Aline Nunes, o edital permite a divulgação do conhecimento produzido aqui no Maranhão, em outros estados e até em outros países. “O investimento para propostas aqui no país é de 2.500 reais e para eventos no exterior, é de no máximo de 6 mil reais. Uma novidade é que a taxa de inscrição nos eventos será custeada”, conclui.

  Categorias: