Consecti elege secretário do Espírito Santo como novo presidente, Rosane Guerra também compõe a diretoria

Consecti elege secretário do Espírito Santo como novo presidente, Rosane Guerra também compõe a diretoria
março 12 17:34 2013

 

presidente consectiPara os próximos dois anos, o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti) terá como presidente Jadir Péla. Ele assume no lugar do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas, Odenildo Sena, que será o primeiro vice-presidente da nova chapa do Consecti. Compõem ainda a diretoria do Consecti a secretária de Estdo da  Ciência Tecnológia e Ensino Superior,  Rosane Guerra (Maranhão) como segundo vice-presidente e Marcelino Granja (Pernambuco) como presidente do Conselho Fiscal. Nas diretorias regionais, os eleitos foram Antonio Claudio pelo Norte, Francilene Garcia pelo Nordeste, Alípio Leal pelo Sul, Gustavo Tutuca pelo Sudeste e Rafael Bastos pelo Centro-Oeste.

Durante o Fórum Nacional do Consecti, realizado, na sexta-feira (8), em Vitória (ES), Pella destacou a importância de integração entre as secretarias. “Precisamos trabalhar juntos e somar as ações de cada secretaria. Fico feliz e estou seguro em assumir esse cargo por ter pessoas experientes ao meu lado. Certamente vou aprender muito com todos. Somando as ações vamos abrir portas”, afirmou o presidente que é secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho do Espírito Santo.

Péla herda duas missões importantes para concluir. Uma delas é agilizar a tramitação do Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Organizado pelo Consecti em parceria com outras entidades representativas, o projeto de lei está parado no Congresso Nacional desde o fim de 2010.

Outra ação é dar seguimento à construção do Plano de Ciência e Tecnologia para a Amazônia Legal (PCT Amazônia). Para Odenildo Sena, o grande desafio do novo presidente do Consecti está relacionado ao desenvolvimento sustentável dos Estados da Amazônia Legal.

“Todos sabem da importância da Amazônia ocidental. Mas nunca tivemos uma grande ação indutora em CT&I para a região como também para o Nordeste e Centro-Oeste”, lamentou Odenildo, em entrevista exclusiva à Agência Gestão CT&I de Notícias. “Não conseguimos sensibilizar o grande poder público federal. Espero que essa seja o grande desafio do novo presidente do Consecti”, afirmou.

Balanço 2011-2013 – Odenildo Sena se despediu da presidência do Consecti fazendo um balanço positivo dos dois anos em ocupou o cargo. Para ele, uma das maiores conquistas foi a possibilidade de construir uma plano a longo prazo para a Amazônia. “É uma ação revolucionária. Vai desencadear programas semelhantes para o Nordeste e Centro-Oeste”, garantiu.

Mas a aproximação do conselho do MCTI foi o destaque para Sena. “Isso nos rendeu soma de recursos com os Estados, nos rendeu o privilégio de discutirmos ações novas com o MCTI, nos rendeu também o avanço da desconcentração de recursos”, avaliou Sena.

Compõem ainda a diretoria do Consecti Roseane Guerra (Maranhão) como segundo vice-presidente e Marcelino Granja (Pernambuco) como presidente do Conselho Fiscal. Nas diretorias regionais, os eleitos foram Antonio Claudio pelo Norte, Francilene Garcia pelo Nordeste, Alípio Leal pelo Sul, Gustavo Tutuca pelo Sudeste e Rafael Bastos pelo Centro-Oeste.

  Categorias: