I Encontro da Associação Brasileira de Pesquisa de Cibercultura será nos dias 13 e 14 de junho

Evento realizado na UFMA discutirá a “Interação Homem-Máquina: Simbiose, Conflito, Hibridização”.

I Encontro da Associação Brasileira de Pesquisa de Cibercultura será nos dias 13 e 14 de junho
junho 06 09:18 2018

Fonte: Ascom/UFMA

SÃO LUÍS – A Cidade Universitária será sede do primeiro Encontro Norte e Nordeste da Associação Brasileira de Pesquisadores de Cibercultura (ABCiber), que ocorrerá nos dias 13 e 14 de junho. O evento discutirá a “Interação Homem-Máquina: Simbiose, Conflito, Hibridização”, tema do evento.

As inscrições podem ser feitas até a realização do evento com valor reduzido. Todas as atividades, com exceção das oficinas, por terem vagas limitadas, são de acesso livre. Na programação, estão incluídas mesas-redondas, minicursos, palestras e rodas de conversa.

Até o momento, dez palestrantes foram confirmados. Entre eles, a vice-coordenadora do curso de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Rita Paulino, e o mestre em Comunicação Social, Fábio Palamedi, ministrantes da “Sessão Talk”, de tema “Desenvolvimento de Apps – Informação e Utilidade”, que será realizada na manhã do primeiro dia do evento.

Na manhã do segundo dia, Rita Paulino lecionará uma oficina de tema “News Games e Produção de Apps”. Simultaneamente, a professora de Jornalismo da UFSC, Raquel Longhi, ministrará a oficina de tema “Produção de Conteúdo Imersivo com Câmeras 360º, além do diretor de Pesquisa em Comunicação do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados, Tarcízio Silva, que conduzirá a oficina “Uso de Dados em Plataformas de Mídias Sociais”.

Para consultar a lista de palestrantes confirmados, acesse a página de palestrantes do site do evento. Para consultar a programação, acesse  cronograma do evento no site.

Realização e Apoio

A ABCiber, o Laboratório de Convergências de Mídias (Labcom) e o Grupo de Pesquisa Tecnologia e Narrativas Digitais (TECND) são promotores do encontro, que conta com apoio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) do Governo do Maranhão e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

  Categorias: