“Energias Alternativas” é eleito tema do Prêmio FAPEMA 2014

“Energias Alternativas” é eleito tema do Prêmio FAPEMA 2014
maio 02 19:08 2014

premio 2014 siteCom 36,6% do total de votos, “Energias Alternativas: o desafio do uso de energias limpas e de grande desempenho” foi o vencedor da enquete para escolha do tema do Prêmio FAPEMA 2014, disponibilizada no site da Fundação desde o início de março.

Ao todo, 673 votos foram contabilizados na enquete. Em segundo lugar, ficou o tema “Economia verde: combatendo a fome e protegendo o ecossistema”, com 213 votos (31,6%); seguido por “Ensino a distância: quebrando barreiras e promovendo a educação”, com 94 votos (14%), “Novos perfis profissionais para redução da pobreza extrema”, com 63 votos (9,4%), e “A nanobiotecnologia e o emprego de novas vacinas na melhoria da saúde”, que obteve 57 votos (8,5%).

O tema vencedor propõe o debate acerca da produção de energia para consumo humano como um dos fatores que mais acarreta danos ao meio ambiente, quando se pensa em energias convencionais, como o petróleo.

A demanda por energia, por sua vez, está cada vez maior e as fontes mais esgotadas.

Dessa forma, estudos creditam às novas formas de produção e armazenamento, como painéis solares e baterias de maior vida útil, uma revolução nos modos de vida tão impactante quanto o foi o petróleo e gás.

Voto popular

Nos últimos quatro anos, o tema do Prêmio Fapema foi escolhido pelo voto popular. Em 2013, o tema eleito foi “Globalização e ciência: o intercâmbio de tecnologias para o desenvolvimento do Maranhão”, com 36,7%. Em 2012, sagrou-se campeão o tema “Ciência, Tecnologia e Cultura na Promoção do Desenvolvimento Regional Sustentável”, com 58,4% da preferência dos votantes.

Já no ano de 2011, a disputa foi mais apertada e com 39% dos votos, venceu “São Luís 400 anos: Revisitando a história, com visão no futuro”.

Em 2014, o Prêmio Fapema chega a sua décima edição e se consolida como a maior premiação científica do Norte/Nordeste.

O prêmio tem como objetivo reconhecer o talento dos pesquisadores locais e estimular a divulgação cientifica e tecnológica do Maranhão.

Podem concorrer ao prêmio alunos de ensino médio, fundamental ou técnico, de graduação, mestres, doutores, pesquisadores, profissionais da comunicação social, empresários, inventores e pessoas que tenham contribuído para preservação dos bens imateriais e “saberes populares”.

“Ano após ano, o Prêmio Fapema consolida-se como o principal canal para a promoção dos saberes científicos do Maranhão. Isso pode ser constatado pelo vertiginoso crescimento na participação dos cientistas e pesquisadores.

Em sua primeira edição, no ano de 2005, foram 59 inscritos. Quatro anos depois, em 2009, o número aumentou mais de 300%, chegando a 243 inscritos.

A quantidade de premiados e as categorias, também tiveram um crescimento, assim como a premiação. Nos últimos dois anos foram distribuídos prêmios que juntos chegam a quase R$500 mil reais”, pontuou a diretora-presidente da FAPEMA, Rosane Guerra.

  Categorias: