Exposição retrata um dos principais grupos de bumba meu boi do Brasil

Mostra, em São Luís do Maranhão, resulta de pesquisa de pós-doutorado de docente da UFSCar.

Exposição retrata um dos principais grupos de bumba meu boi do Brasil
junho 26 09:45 2018

Fonte: Ascom/UFSCar

Até o dia 30 de junho, está em cartaz no centro histórico de São Luís do Maranhão a exposição fotográfica “A potência da alegria no bumba meu boi de matraca do Maracanã em São Luís”. A mostra, com mais de 50 imagens, tem a coordenação de Dulcinéia de Fátima Ferreira, docente do Departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE-So) do Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). De autoria da própria coordenadora e do fotógrafo Raul Ernesto Pereira, as imagens foram produzidas no contexto da pesquisa de pós-doutorado de Ferreira, realizada na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), sob a supervisão de István van Deursen Varga.

O bumba meu boi de Maracanã, comunidade rural a 22 quilômetros do centro de São Luís, tem mais de cem anos de história e é considerado um dos principais grupos do País. A pesquisa – intitulada “Cultura popular e processos de subjetivação: desenhando mapas para festa em busca da potência da alegria no bumba meu boi de matraca do Maranhão” e desenvolvida de março de 2017 a fevereiro deste ano – tomou como problema a política de subjetivação em curso e suas consequências na produção de modos de vida, identificando outras vias possíveis em um contexto em que, segundo a pesquisadora, o poder atua sobre a vida tentando a homogeneização e a pasteurização da existência. As fotografias resultantes do trabalho estão expostas no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, que fica na Rampa do Comércio, 200, no centro histórico de São Luís do Maranhão.

  Categorias: