FAPEMA avança nas tratativas para implantação de Câmara de Assessoramento

A primeira reunião da Câmara deve acontecer no segundo semestre deste ano

FAPEMA avança nas tratativas para implantação de Câmara de Assessoramento
junho 18 08:54 2021

A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) avança nas tratativas para criação de uma Câmara de Assessoramento que irá apoiar a Fundação em diversas ações, a exemplo da definição e elaboração de editais que atendam as demandas mais urgentes da comunidade científica e da sociedade. A expectativa é que a Câmara esteja em operação no segundo semestre deste ano. No momento estão sendo definidos os cerca de 50 membros que irão compor a comissão da Câmara, que será subordinada a Diretoria Executiva da Fundação.

O diretor-presidente da FAPEMA, André Santos, destacou que a implantação da Câmara é uma demanda antiga da comunidade de pesquisadores desde a recriação da Fundação em 2005. “Ela tem o objetivo de reunir pesquisadores das mais diversas áreas da ciência, bem como secretários que atuam em temas transversais junto com a FAPEMA no Maranhão, além de representantes do terceiro setor, como o sistema S, Fiema, Sebrae, Academia Maranhense de Ciência e a comunidade geral que poderá ter um acento específico”, explicou diretor-presidente.

Os membros da Câmara de Assessoramento vão ajudar a Fundação na definição das prioridades de editais para os próximos anos para o estado, dentre outras atribuições. “A ideia da Câmara é ter um leque de pesquisadores, das mais diversas áreas, e membros de outras entidades que se reunirão para definir as ações da FAPEMA para os próximos anos. É um órgão consultivo. Grupos menores vão ser chamados para ajudar na construção dos editais, dependendo de suas particularidades”, completou André Santos.

Em julho já deverá haver uma primeira reunião para algumas definições sobre a entrada em operação do órgão de assessoramento. Será criada uma portaria com a comissão e uma resolução que descreve as ações da Câmara, que já existe no Estatuto da FAPEMA mas que somente agora vai de fato entrar em funcionamento.

O diretor Científico da FAPEMA, João Batista Bottentuit Junior, disse que, tal como já existe em outras fundações, a Câmara de Assessoramento trará a FAPEMA a oportunidade de um olhar a mais na criação dos editais e escolha das melhores opções para as universidades e seus pesquisadores. “Esta iniciativa visa democratizar ainda mais as oportunidades de financiamento trazendo mais lisura nas decisões. Esta câmara também poderá colaborar nos processos de avaliação e julgamento das propostas que são submetidas em cada edital. Esperamos desta forma dar maior celeridade aos trâmites e diminuir as retificações nos editais”, disse Bottentuit.

“A Câmara de Assessoramento está sendo organizada como uma oportunidade para a comunidade científica e acadêmica do Maranhão assessorar a Fundação quanto ao aprimoramento das ação finalísticas da FAPEMA, como, por exemplo, na elaboração dos nossos editais”, acrescentou a assessora de Planejamento e Ações Estratégicas da FAPEMA, Kiany Cavalcante.

  Categorias: