Fapema participa da abertura da 29ª edição do Seminário de Iniciação Científica da UFMA

Fapema participa da abertura da 29ª edição do Seminário de Iniciação Científica da UFMA
novembro 21 14:24 2017

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) deu início na tarde desta segunda-feira, dia 20, no Centro Pedagógico Paulo Freire, na Cidade Universitária Dom Delgado, à 29ª edição do Seminário de Iniciação Científica (SEMIC), que tem como tema “A produção do conhecimento numa sociedade em crise”.

A 29ª edição do Seminário de Iniciação Científica busca promover um intercâmbio de conhecimentos entre discentes e docentes da UFMA e de outras instituições do estado. A programação conta com minicursos e palestras, além de abrir espaço para que discentes da UFMA demonstrem, por meio de apresentações nas categorias pôster e comunicação oral, as diferentes pesquisas que são realizadas na Universidade. Ao todo, serão apresentados 950 trabalhos.

Segundo o diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira, o evento tem extrema importância porque divulga os resultados de pesquisas realizadas pela iniciação científica na Universidade Federal do Maranhão. “Isso é significativo porque é um momento em que você percebe o quanto que houve avanços em todas as áreas de conhecimento. Nós estamos formando novos pesquisadores para o estado e nos orgulhamos disso. O apoio ao evento por meio do edital de Apoio à Realização de Eventos Científicos da Fapema se dá também pelo fato de temos hoje mais de 230 bolsistas de iniciação científica na UFMA”, afirmou Alex Oliveira.

De acordo com a reitora da UFMA, Nair Portela, o tema do seminário é oportuno porque incentiva a produção do conhecimento rumo à superação da crise. “É importante se fazer investigação nesses momentos de crise. Vivemos um momento difícil no país, não só pela crise econômica, mas pela crise de valores, e é muito importante que o estudante esteja ligado com essas questões sociais que são muito relevantes para a sua formação. A pesquisa vai proporcionar ao aluno uma capacidade maior de entendimento desses problemas, da resolução dessas problemáticas e da resposta à sociedade”, ressaltou a reitora da UFMA.

Para o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UFMA, Allan Kardec Barros, uma época de crise é uma época também de oportunidade. “Nós estamos buscando uma forma de diversificar e trabalhar a crise econômica e política que o Brasil se encontra. Nesta edição do evento, temos muito mais estudantes participantes, tanto da capital maranhense quanto dos demais municípios. Estamos discutindo de fato essa crise que o país passa acreditando que devemos superá-la com inovação”, destacou o pró-reitor.

O evento ocorre até o dia 24 de novembro com minicursos, palestras e apresentações nas categorias pôster e comunicação oral em diversas áreas de pesquisa: saúde, ciências sociais, ciências humanas, ciências agrárias, ciências biológicas e ciências exatas e tecnológicas.

 

 

  Categorias: