Fapema participa do Fórum do Confap em Campo Grande

Fapema participa do Fórum do Confap em Campo Grande
novembro 07 13:57 2016

altA capital de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, receberá nos dias 8 e 9 de novembro o fórum do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). Participam do evento o diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira, e a assessora de Comunicação da Fapema, Maristela Sena.

A programação contará com apresentações culturais e as entregas dos Prêmios FUNDECT de Jornalismo Científico e de Pesquisador Sul-matogrossense. Também estão previstos o Lançamento da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de MS e a Assinatura de Acordos com Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

No primeiro dia de evento haverá também a conferência Internacionalização e Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, com Mario Neto Borges, presidente do CNPq, e mediada por Turine. Ainda na área internacional, deverá ser renovado o Acordo de Cooperação entre o Confap e a Fundação Bill e Melinda Gates.

O presidente do Confap, Sergio Gargioni, e a vice-presidente, Maria Zaira Turchi, irão relatar sobre os mais recentes acordos firmados pelo Confap com o ERC (European Research Council) e a Universidade de Bolonha. Para encerrar o primeiro dia, será avaliado o Acordo de Cooperação Técnica com as FAPs da Amazônia Legal, relacionado à Organização do Tratado de Cooperação Amazônica.

No segundo dia de fórum serão discutidos os desafios do Marco Legal de CTI, em debate comandado por Maria Cristina Leftel, assessora jurídica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Nesta edição do fórum, que é a última de 2016, haverá integração e troca de experiências entre as FAPs, reforçadas pelo workshop da Rede SIGFAP (Sistema de Informação e Gestão de Projetos para Fundação de Amparo à Pesquisa) e pela reunião dos assessores de comunicação das Fundações, que acontecem em programação paralela à dos presidentes e diretores das FAPs.

Na pauta da reunião estarão as experiências dos setores de comunicação das FAPs de diferentes regiões do país, seus sucessos, avanços e dificuldades. Os resultados da reunião e a importância da comunicação entre as FAPs serão apresentados aos presidentes, a fim de melhorar a divulgação científica e a visibilidade das ações das Fundações.

  Categorias: