Fapema premia pesquisadores em cerimônia repleta de homenagens

Fapema premia pesquisadores em cerimônia repleta de homenagens
dezembro 03 18:51 2015

0premio2015A noite de ontem, 02, vai ficar marcada para sempre na memória de quem contribui, por meio de pesquisas e trabalhos, para o desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão. Na 11ª edição do Prêmio Fapema foram destacados os trabalhos de 41 pesquisadores que, nas diversas áreas do conhecimento, dedicam parte de seu tempo em prol de estudos que contribuem para a melhoria da vida da população em geral. O tema deste ano foi Ciência, Tecnologia e Inovação na Promoção da Cidadania e Desenvolvimento do Maranhão. A premiação é promovida pelo Governo do Estado do Maranhão e pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão.

Fotos da solenidade de entrega do Prêmio Fapema 2015.

O Prêmio foi dividido nas categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Divulgação Científica, Inovação Tecnológica, Desenvolvimento Humano Prêmio Especial e a entrega dos troféus aconteceu nesta ordemEssa última categoria, além de ser novidade, é voltada à pesquisa relacionada ao tema deste ano. Além dos troféus, a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), decidiu conferir placas de Honra ao Mérito a cinco ativistas populares que contribuem para o desenvolvimento do saber local por meio de suas experiências de vida e em comunidades.

Na cerimônia, o diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira de Souza apresentou alguns dados que comprovam o crescimento no setor de pesquisa nas áreas de ciência e tecnologia no Maranhão e ressaltou que essa realidade se deve ao esforço e muito trabalho desenvolvido por pesquisadores, tanto iniciantes, quanto os profissionais, e também ao esforço político na criação de programas que possibilitem a realização dos trabalhos. “O esforço de pesquisadores deve ser reconhecido, pois as pesquisas contribuem para identificar não apenas maneiras de contribuir para melhorar os índices socioeconômicos, mas, também, para incluir as pessoas no processo de desenvolvimento científico, tecnológico e econômico”, disse.

Alex Oliveira de Souza revelou que o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secti e da Fapema, tem sido árduo, sobretudo pela crise política e econômica por que o Brasil tem passado nos últimos meses. Apesar disso, ressaltou, há uma determinação para manter os programas de incentivo à pesquisa. “Nós temos, inclusive, conseguido ampliar o número de bolsas a pesquisadores e interiorizamos as ações da Fapema, para que os estudantes e profissionais de outros municípios do Maranhão tenham apoio para realizar estudos que beneficiem as populações locais, em primeiro plano, e o Maranhão, de uma forma geral”. O diretor-presidente revelou ainda que houve um crescimento de quase 60% na concessão de benefícios ligados às universidades. “Inclusive para pesquisas nos diversos estados do Brasil e no exterior, pois se entende que ainda há áreas em que necessitamos do saber que está localizado em outros países”, completou.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, também destacou que a política de concessão de bolsas e do desenvolvimento científico e tecnológico do Maranhão mantem a mesma vitalidade, apesar da recessão, visto que o Governo do Estado enxerga neste setor uma ferramenta indispensável para a elevação dos índices, ainda negativos, de desenvolvimento socioeconômico do Estado. “Somos o último do Brasil em expectativa de vida e o número de mestres e doutores no Maranhão é muito pequeno. Isso deve ser mudado e essa mudança só vai acontecer com muito trabalho e é isso que temos buscado”. Bira do Pindaré afirmou que, apesar dos muitos desafios e limitações, o Governo do Estado não tem recuado nas responsabilidades com o setor da educação e da pesquisa. “Pelo contrário, nós estamos trabalhando com projetos que possam combater os entraves ao desenvolvimento e estamos criando novas políticas”, garantiu.

O secretário de Estado da Ciência e Tecnologia destacou o papel da Fapema e o esforço dos pesquisadores. “A Fundação de Amparo à Pesquisa é uma ferramenta indispensável ao desenvolvimento e à melhoria de vida. É um instrumento na mobilização de inteligências que podem mudar o atual quadro de indicadores sociais que temos no Maranhão. Por essa razão estaremos sempre em busca de caminhos que possam manter as políticas desenvolvidas e, principalmente, que permitam ampliar as possibilidades de pesquisas nas áreas de ciência e tecnologia”.

HOMENAGENS

A cerimônia de entrega dos prêmios aconteceu no Espaço Gaia e contou com a presença de homenageados, representantes dos premiados, familiares e amigos, além de autoridades de estado, reitores de universidades, pesquisadores e pessoas ligadas ao segmento científico e tecnológico.

Concorreram ao Prêmio alunos do ensino médio ou técnico, de iniciação científica, mestres, doutores, profissionais graduados em Comunicação Social, pesquisadores, inventores e empresas. Foram julgadas 184 propostas, por um comitê técnico-científico, das quais foram aprovadas 41. Além dos troféus, os vencedores receberam prêmios em dinheiro, em valores que variaram de R$ 2.000 a R$ 10.000. 

Além da entrega dos prêmios, a premiação contou com uma programação cultural, que incluiu desde performances teatrais a shows.

PREMIADOS 

Pesquisador Júnior

Beatriz Sousa Silva

Orientadora: Ivana Marcia Oliveira Maia

Victor Valentim de Souza Costa

Orientador: Ulisses Denache Vieira Souza

Jovem Cientista

Jonatas da Silva Castro

Orientadora: Raimunda Nonata Fortes Carvalho Neta

Guilherme Silva Miranda

Orientadora: Andréa de Araújo

Marcos Antônio Custodio Neto da Silva

Orientadora: Maria do Desterro Soares Brandao Nascimento

Caio Nogueira Silva Belfort

Orientadora: Aristófanes Corrêa Silva

Darlan Rodrigo Sbrana

Orientadora: Alexandre Guida Navarro

Dissertação de Mestrado

Ricardo Alves de Araújo

Orientadora: Rosane Cláudia Rodrigues

Camila Penha Abreu Souza

Orientador: Nivaldo Magalhaes Piorski

Rafiza Felix Marão Martins

Orientadora: Erika Bárbara Abreu Fonseca Thomaz

Bruno Rodrigues Froz

Orientador: Aristófanes Corrêa Silva

Benedita de Cássia Ferreira Costa

Orientadora: Maristela de Paula Andrade

Tese de Doutorado

Nancyleni Pinto Chaves

Orientadora: Ana Lucia Abreu Silva

Roxana Desterro e Silva da Cunha

Orientador: Fernando Lamy Filho

Alex Oliveira Barradas Filho

Orientador: Allan Kardec Duailibe Barros Filho

Igor Bergamo Anjos Gomes

Orientadora: Elizabeth Maria Beserra Coelho

Pesquisador Sênior

Rosane Claudia Rodrigues

Gilda Vasconcellos de Andrade

Cláudia Maria Coelho Alves

Allan Kardec Duailibe Barros Filho

Igor Gastal Grill

Divulgação Científica

Cláuberson Correa Carvalho

Desenvolvimento Humano

Raimundo Nonato Barroso de Oliveira

Inovação Tecnológica

Mayara Ingrid Sousa Lima

Prêmio Especial

Maria Nilce de Sousa Ribeiro

Honra Ao Mérito Saber Popular

Maria De Jesus Ferreira Bringelo

Alberto Cantanhede Lopes

Maria Luiza Mendes

Inácio De Jesus Ribeiro

Francisquinho Tephot Canela

  Categorias: