FAPEMA, SECTI e SEINC promovem workshop sobre Propriedade Intelectual

FAPEMA, SECTI e SEINC promovem workshop sobre Propriedade Intelectual
maio 05 01:55 2016

workshop - CópiaPesquisadores, empreendedores, comunidade acadêmica e representantes do Governo reuniram-se na noite de hoje (04), no Rio Poty Hotel, para a abertura do workshop “A Importância do Sistema de Propriedade Intelectual para o Fomento da Inovação no Estado do Maranhão”, promovido pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias de Indústria e Comércio (Seinc), Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

O evento tem como objetivo potencializar a divulgação de pesquisas produzidas no Maranhão e sensibilizar pesquisadores para a importância da proteção de suas criações. “Esse evento tem uma importância extrema, pois consegue fazer com que a produção científica se aproxime da produção do mercado, da sociedade. Ele trabalha na linha da transferência da tecnologia e conhecimento”, afirmou o professor Alex Oliveira, diretor presidente da FAPEMA.

A propriedade intelectual, além de proteger a invenção, possibilita a visibilidade do conhecimento produzido no âmbito acadêmico e pelos inventores independentes, para que assim o invento possa chegar à sociedade. Para o secretário Jhonatan Almada, titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, é necessário construir uma agenda e mecanismos que integrem universidade e mercado. “Ao discutir esse tema, a Secti, FAPEMA e Seinc avançam na construção de uma agenda integrada que permite valorizar o pesquisador, sua pesquisa e que essa pesquisa tenha um impacto no mundo produtivo.”

A coordenadora geral de articulação e cooperação nacional do INPI, Aluizia Aparecida Cadore, frisou a necessidade de disseminar a proteção do conhecimento. “Quando fazemos esse projeto e temos todos esses atores envolvidos e fazendo esses investimentos em pesquisas, tanto nas universidades ou quando os projetos são apoiados por outros setores, devemos levar em consideração a importância da capacitação, da disseminação da proteção do conhecimento pelos direitos de propriedade”.

Na abertura, os presentes visitaram stands e a exposição de pesquisas e produtos maranhenses, além de participarem do lançamento dos Editais NIT e PATENTES e a apresentação do edital SENAI SESI de Inovação 2016. O secretário da Secretaria de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, espera que a iniciativa se repita assiduamente. “Esse workshop é um reconhecimento aos nossos pesquisadores e aos empreendedores que pretendem impulsionar a economia e o mercado”, afirmou. Para ele, o evento pode atrair a comunidade acadêmica e servir de estímulo para que idealizadores sintam orgulho e até possam comercializar seus inventos, gerando mais emprego e renda.

 

Editais NIT e PATENTES

O diretor presidente da FAPEMA, prof. Alex Oliveira, juntamente com o secretário de ciência, tecnologia e inovação, Jhonatan Almada, assinaram, no Workshop de Propriedade Intelectual, um edital sobre o núcleo de Inovação Tecnológica nas universidades (Edital NIT) e outro de apoio a registro de patentes (Edital PATENTES), visando à redução de custos do registro e fomentando a propriedade intelectual.

De acordo com o professor Alex, a FAPEMA irá destinar R$ 200.000,00, através do Edital NIT, para fomentar a criação, estruturação e manutenção dos Núcleos de Inovação Tecnológica, bem como capacitar suas equipes, apoiar a gestão do processo de inovação, proteção à propriedade intelectual e à comercialização dos resultados das pesquisas desenvolvidas no Estado.

Já o Edital PATENTES destinará R$ 150.000,00 para fomentar a proteção, a valorização, e a disseminação do conhecimento tecnológico e da pesquisa científica gerada no Estado, contribuindo para os depósitos de patentes e transferência de tecnologia.

  Categorias: