Finep seleciona 19 Fundações para desenvolver Programa Centelha nos Estados

Finep seleciona 19 Fundações para desenvolver Programa Centelha nos Estados
novembro 07 17:48 2018

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) divulgou nesta segunda-feira, dia 05 de novembro, o resultado preliminar da seleção pública de propostas de parceiros operacionais estaduais para o Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores – Programa Centelha. Do total de 21 projetos aprovados preliminarmente, 19 são provenientes das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) dos Estados.

Foram selecionados projetos das Fundações de Mato Grosso (Fapemat), Paraná (Fundação Araucária), Bahia (Fapesb), Sergipe (Fapitec), Amazonas (Fapeam), Pernambuco (Facepe), Paraíba (Fapesq), Maranhão (Fapema), Ceará (Funcap), Goiás (Fapeg), Espírito Santo (Fapes), Santa catarina (Fapesc), Alagoas (Fapeal), Rio de Janeiro (Faperj), Mato Grosso do Sul (Fundect), Minas Gerais (Fapemig), Piauí (Fapepi), Amapá (Fapeap) e Rio Grande do Sul (Fapergs). Também constam da lista de selecionados propostas do Sebrae do Rio Grande do Norte e do Biotic do Distrito Federal.

No total, a previsão é de que sejam investidos R$ 34.375.200,00, sendo R$ 21.488.800,16 pela Finep e R$ 12.886.400,06 dos parceiros nos Estados (R$ 12.131.400,06 das FAPs).

A Carta Convite foi publicada em junho de 2018 e o resultado final deve ser publicado no início do mês de dezembro. Os Parceiros Operacionais Descentralizados Estaduais serão responsáveis pelo desenvolvimento do Programa nos Estados e repasse dos recursos. Puderam participar como proponente, órgão ou entidade da Administração Pública direta ou indireta de qualquer esfera de governo, ou entidade privada sem fins lucrativos, sendo preferencialmente Fundações de Amparo à Pesquisa.

Sobre o programa
O Programa Centelha nasceu de uma demanda do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no conjunto de suas Fundações, junto à Finep e ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para a construção de um programa nacional de fortalecimento dos sistemas locais de inovação, com o fomento a startups e ideias inovadoras.

São objetivos do Programa: estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias; disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização
e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país; e contribuir para ampliação da quantidade e melhoria da qualidade das propostas de empreendimentos de
base tecnológica submetidas aos ambientes promotores de inovação existentes no País (incubadoras e
aceleradoras de empresas, espaços de coworking, laboratórios abertos de prototipagem, parques e polos
tecnológicos etc.).

Acesse AQUI o Resultado Preliminar.

Coordenação de Comunicação Social do Confap

  Categorias: