Governo do Estado lança edital “Prêmio Porto do Itaqui”

O prêmio faz parte de um programa de incentivo à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação oriundo do convênio firmado entre FAPEMA e EMAP

Governo do Estado lança edital “Prêmio Porto do Itaqui”
abril 28 11:59 2022

O Governo do Estado lançou, nessa quarta-feira (27), o “Prêmio Porto do Itaqui” que tem como objetivo incentivar a produção científica, tecnológica e de inovação nos setores portuário, marítimo e logístico e suas cadeias produtivas no Maranhão. A chamada pública é resultado de parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP). São quase R$ 145 mil em prêmios para trabalhos com eixos temáticos principais em Operações Portuárias, Meio Ambiente, Relação Porto Cidade, Desenvolvimento Socioeconômico Sustentável, Desenvolvimento Tecnológico e Gestão Pública Portuária.

 

Podem concorrer ao edital estudantes e egressos do ensino médio ou técnico, graduação, mestrado e doutorado de instituições de ensino sediadas no Maranhão, públicas ou privadas sem fins lucrativos. Também é público-alvo do edital professores pesquisadores doutores de instituições de ensino superior sediadas no estado, públicas ou privadas sem fins lucrativos e profissionais graduados em Comunicação Social e pesquisadores, inventores ou detentores de inventos protegidos no Maranhão. As inscrições para o prêmio ficam abertas até o dia 12 de agosto no site da FAPEMA no endereço – www.fapema.br.  O valor do prêmio varia de R$ 2 mil até R$ 10 mil dependendo da colocação e categoria.

 

“Serão premiados 40 projetos nas categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Artigo, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Jornalismo Científico, Inovação Tecnológica, Pesquisador Sênior. Além dessas categorias, o prêmio prevê homenagear a Mulher Pesquisadora Destaque: pesquisadora, inventora ou jornalista que obtiver a maior pontuação de Análise do Mérito e Relevância entre todas as propostas submetidas, independente da categoria”, explica o diretor-presidente da FAPEMA, André Santos. Ele destaca, ainda, que esta é mais uma iniciativa do Governo do Estado de incentivo à produção científica.

 

O prêmio é fruto do convênio firmado este ano entre FAPEMA e EMAP,  como parte do programa Porto do Futuro. O programa prevê investimentos de R$ 40 milhões em pesquisas no setor portuário até 2025, sendo R$ 10 milhões já em 2022. O Porto do Futuro, uma iniciativa inédita do Governo do Estado, é uma porta de acesso para pesquisadores, sobretudo aqueles em nível de mestrado e doutorado, aos desafios cotidianos de quem vive e movimenta um dos setores mais importantes do pais.

 

“Nosso Complexo Portuário já é o maior em movimentação de cargas do país e o Itaqui é um dos principais portos brasileiros, sendo considerado um hub em economia e logística. Temos também dois novos portos se instalando na Baía de São Marcos. Precisamos ver refletido na comunidade acadêmica local o interesse e a produção de conhecimentos sobre o setor marítimo e portuário”, afirma o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago.

 

De acordo com ele, o programa visa sobretudo atrair talentos e formar mão de obra especializada, gerando conhecimentos e colocando um setor milenar em contato com a tecnologia e ciência de ponta. “Os jovens, cientistas e pesquisadores precisam enxergar nosso setor, suas cadeias produtivas e todo o universo marítimo e portuário como campo de estudo, desenvolvendo soluções que nos conectem com a inovação e nos preparem para desafios presentes e futuros”, disse.

  Categorias: