Governo prorroga até 31 de dezembro inscrição para candidatos interessados em ingressar no Iema

Governo prorroga até 31 de dezembro inscrição para candidatos interessados em ingressar no Iema
dezembro 19 21:13 2016

altOs alunos interessados em ingressar em um dos cursos técnicos oferecidos pelo Governo do Estado nas unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) ganharam mais um prazo para efetuar sua inscrição. O prazo, que se encerraria nesta terça-feira (20), foi prorrogado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) até 31 de dezembro. Estão sendo ofertadas 1.050 vagas destinadas aos cursos técnicos de ensino médio integral à educação profissionalizante das unidades de São Luís, Bacabeira, Pindaré-Mirim, Axixá, Coroatá, São José de Ribamar e Timon. As quatro últimas unidades serão inauguradas no início de 2017.

O edital com as normas do processo seletivo está disponível no site da Secti. As inscrições são exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.secti.ma.gov.br mediante o preenchimento de formulário eletrônico de inscrição. O Iema disponibilizará nas unidades plenas de São Luís, Pindaré Mirim e Bacabeira acesso gratuito à internet para os candidatos que desejarem realizar sua inscrição.

“Este ano estamos ampliando o número de vagas com a inauguração de outras quatro unidades plenas. A meta do governo é entregar até 2018 um total de 23 unidades plenas, garantido assim aos estudantes de todas as regiões do estado a oportunidade de cursar o ensino médio e, ao mesmo tempo, adquirir uma formação técnico-profissionalizante em uma escola de tempo integral, que é o modelo de educação implantado no Iema”, destacou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada.

Cursos

Entre os cursos que estão sendo ofertados aos alunos para o próximo ano, alguns são inéditos no Maranhão como os de técnico de agricultura orgânica, equipamentos biomédicos e informática biomédica. A escolha dos cursos é resultado de audiência pública realizada nos municípios que receberão Iema no próximo ano e que contou com a participação de milhares de pessoas.

Nas novas unidades do Iema, as vagas estão distribuídas da seguinte forma: Axixá – 160 vagas distribuídas entre os cursos técnicos de cooperativismo, eletrotécnica, agricultura orgânica e informática (manutenção e redes); Coroatá 160 vagas, sendo 40 para cada curso – agricultura orgânica, cooperativismo, avicultura e informática (manutenção e rede); São José de Ribamar – 160 vagas distribuídas entre os cursos de eletromecânica, guia de turismo, agricultura orgânica e informática (manutenção e rede); e em Timon, equipamentos biomédicos, informática biomédica, logística e serviços jurídicos. São 40 vagas por curso.

Para Bacabeira estão sendo ofertadas 140 vagas para os cursos técnicos de administração (70 vagas), logística (35) e mineração (35). Para Pindaré-Mirim são 130 – sendo 70 distribuídas em igual número para os cursos técnicos em agropecuária e recursos pesqueiros e 60 para serviços jurídicos. Os candidatos às vagas de São Luís podem escolher entre os cursos de eventos, informática, meio ambiente e serviço jurídico, que somam 140 vagas, 35 para cada curso.

Os cursos terão duração mínima de três anos e, ao término, o aluno terá concluído o ensino médio, bem como terá obtido habilitação técnica profissional. Podem concorrer às vagas candidatos que já concluíram ou estão cursando no ato da inscrição, com no mínimo 75% de aproveitamento, em 2016, o 9º ano do ensino fundamental em estabelecimento de ensino devidamente legalizado e tenham idade mínima de 14 anos e máxima de 17 anos completados até o dia 25 de maio de 2017, conforme Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9.394/1996. Os candidatos deverão ter total disponibilidade de 2ª a 6ª feira para jornada escolar de tempo integral, das 7h30 às 17h.

Do total de vagas, 15% serão destinadas aos candidatos classificados em ampla concorrência por cursos. Para essas vagas poderão se inscrever candidatos oriundos de escolas públicas, bem como de instituições privadas, comunitárias confessionais e filantrópicas. Aos egressos de escola pública serão disponibilizadas 80% vagas por curso. Os candidatos interessados em concorrer às vagas destinadas aos egressos de escola pública deverão ter concluído o ensino fundamental em escola pública. Serão destinadas 5% das vagas a pessoas com deficiência.

A ordem de classificação do candidato levará em consideração a proximidade da residência do aluno à unidade plena escolhida e a avaliação do desempenho em língua portuguesa e matemática no 8º ano do ensino fundamental. Em caso de empate serão considerados como critérios de desempate a maior média em língua portuguesa, a maior média em matemática e a maior idade, respectivamente.

A lista com o nome dos candidatos classificados deverá ser divulgada no site da Secti no dia 11 de janeiro. Os candidatos classificados para além do número de vagas serão considerados como excedentes.

  Categorias: