Inscrições do edital para seleção de bolsistas para ações da SEDAGRO encerram dia 10

Inscrições do edital para seleção de bolsistas para ações da SEDAGRO encerram dia 10
dezembro 04 15:42 2009

 

 Termina na próxima quinta-feira, 10, o prazo de inscrição do edital da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), que visa contratar 22 bolsistas para atuarem em projetos de interesse da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Sedagro). O edital está disponível no site da fundação, no endereço www3.fapema.br.agricultura_familiar

O candidato deverá efetivar sua inscrição via internet, por meio do preenchimento da ficha de inscrição on-line, disponível no site da fundação, e do envio, pelo correio, via SEDEX, da documentação requerida, para o endereço: Av. Beira Mar, nº 342, Centro, CEP: 65010-700, São Luís/Maranhão.  Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (98) 2109-1400 ou 2109-1429. 

Os bolsistas atuarão em conjunto com os técnicos da Sedagro, durante 12 meses, com carga horária de 30 horas semanais, e contarão com acompanhamento técnico-pedagógico da equipe de profissionais da secretaria . Podem concorrer às bolsas profissionais com formação superior em agronomia, administração rural, engenharia florestal, biologia, assistência social, sociologia e pedagogia e técnicos de nível médio das áreas agrícola, agropecuária e administração.

Os interessados devem ter disponibilidade para trabalhar no interior do Estado e com agricultores familiares, Carteira Nacional de Habitação e conhecimento em informática.  Os valores das bolsas variam de R$ 580,00, para profissionais de nível médio e R$ 1.072,00 para nível superior. 

 Os bolsistas vão atuar em projeto do governo, desenvolvido por meio da Sedagro, que tem o objetivo de melhorar o desempenho dos serviços e das ações da secretaria, como forma de construir novas tecnologias e solucionar problemas concretos, considerando o processo de trabalho científico e tecnológico como ferramenta determinante para impactar a cadeia produtiva do Maranhão.

“É preciso que algumas iniciativas relacionadas à ciência e tecnologia cheguem também ao campo como forma de promover o desenvolvimento sustentável”, disse a diretora presidente da Fapema, Rosane Nassar Meireles Guerra, ao falar da importância do edital.

Os projetos a serem implementados prevêem pesquisa, adoção e avaliação de sistemas de produção agropecuários sustentáveis; processamento, seleção, armazenamento e comercialização de sementes para futuros plantios; e elaboração de políticas públicas para a juventude rural, mediante realização de monografias, relacionadas aos Programas Terra Viva, Geração Futura de Agricultura Familiar e Fortalecimento dos Assentamentos Agrários.

“A Fapema está diretamente ligada à pesquisa e ao conhecimento e nós precisamos disso. Este convênio prevê a contratação de 22 bolsistas que vão ajudar neste grande projeto de governo para alavancar a agricultura familiar no Maranhão”, explicou a secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, Conceição Andrade.

  Categorias: