Mais de 300 mil alunos participam da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Mais de 300 mil alunos participam da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas
maio 22 09:53 2019

A 1ª etapa da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) foi realizada em diversas instituições públicas e privadas de todo o país, nesta terça-feira (21). No Maranhão, cerca de 310 mil estudantes da rede estadual realizaram as provas em mais de 860 escolas da rede. No Brasil, o número de estudantes participantes chegou a 18 milhões em 54 mil escolas, nesta 1ª fase.

Criada em 2005, a olimpíada é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

“Esta é uma atividade que nós consideramos de grande importância para estimular os estudantes na aprendizagem da matemática, para fortalecer os conhecimentos na área e para revelar talentos. São mais de 800 escolas envolvidas, mais de 300 mil estudantes participantes, o que estimula essas aprendizagens e, também, os professores na execução da Olimpíada. Certamente, mais uma ação de ganho e reforço às aprendizagens e às ações que o Governo do Maranhão sempre reforça para melhorar a qualidade da educação e para melhorar sempre a aprendizagem dos nossos estudantes”, afirmou a secretária adjunta de Ensino da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Nádya Dutra.

Para o professor e coordenador de Matemática do Centro de Ensino Aluísio Azevedo, em Caxias, André Viana Bezerra, a prova é muito importante para aferir os conhecimentos dos estudantes. “A prova da Obmep é muito importante, mede os conhecimentos dos alunos e pode levar a várias premiações, como a medalha de ouro, que é o que eu espero”, ressalta o professor André.

Em 2018, a rede estadual de ensino conquistou 21 medalhas e 200 menções honrosas nesta que é a maior olimpíada estudantil do país. Entre as medalhas estão 2 de ouro, 1 de prata e 18 de bronze.

Para os estudantes Maria Josimária do Nascimento, do Centro Educa Mais Raimundo Araújo, em Chapadinha, e Isadora Karolina Gonçalves Sousa e Joanderson Sampaio Silva, do CE Dorgival Pinheiro de Sousa, em Imperatriz, a expectativa é passar para a 2ª fase da prova, que será realizada em setembro.

“Eu achei uma experiência boa e importante para os alunos. É uma forma de a gente obter mais conhecimento, relembrar certos assuntos que a gente já estudou. Há uma expectativa também de passar para a segunda fase, muitos alunos esperam passar e continuar fazendo a prova. Então, foi uma experiência muito boa e ela contribui muito para a gente obter mais conhecimento, não sobre o assunto de matemática, mas como lidar com esses determinados assuntos no dia a dia, porque são muito cobrados na atualidade”, ressaltou a estudante Maria Josimária do Nascimento.

“As provas da Obmep foram boas, porque as questões são bem lógicas, faz a gente pensar muito e ajuda nos nossos conhecimentos. Estou na expectativa de ir para a segunda fase, porque acho que me saí bem na prova. Gosto muito de matemática e de cálculos”, disse Isadora Sousa, estudante da 2ª série do Ensino Médio.

“Esta é uma ótima oportunidade e uma preparação para reforçarmos nossos conhecimentos em Matemática, além de quem sabe podermos passar para a 2ª Fase da Obmep e representarmos nossa cidade, escola e Estado”, afirmou Joanderson Sampaio Silva.

No dia 05 de julho, serão divulgados os classificados para a 2ª fase das provas, que será realizada no dia 28 de setembro. Já a divulgação dos premiados acontecerá no dia 03 de dezembro.

 

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Maranhão

  Categorias: