Análise sobre as relações de poder envolvendo reggae no Maranhão é tema de pesquisa premiada pela FAPEMA

Análise sobre as relações de poder envolvendo  reggae no Maranhão é tema de pesquisa premiada pela FAPEMA
agosto 15 14:20 2013

bob marley

São Luís é considerada a capital brasileira do reggae. Este ritmo musical caracteriza fortemente a cultura popular de todo o estado do Maranhão. Sendo assim, o reggae foi um dos objetos de um estudo realizado pelo doutor em Ciências Sociais, Marcus Ramúsyo de Almeida Brasil. A pesquisa intitulada “O Reggae no Maranhão: música, mídia e poder” venceu o Prêmio FAPEMA 2012, na categoria Tese de Doutorado, modalidade Ciências Humanas.

O objetivo principal do trabalho foi analisar as relações entre expressão artística, mídia e poder dentro das manifestações do reggae no Maranhão e mais especificamente em São Luís e suas influências no âmbito político. A partir dessa análise o pesquisador buscou conhecer a origem da influência que o rítimo representa para a “massa regueira” maranhense, sobretudo nas tomadas de decisão na política.

A metodologia utilizada para esta pesquisa se baseou na análise histórica do reggae desde suas origens até os dias atuais. Foi realizado um levantamento em periódicos locais e na Biblioteca Pública Benedito Leite, visando perceber o posicionamento da imprensa em relação ao reggae. Além disso, foram feitos registros fotográficos e vídeos de vários eventos realizados.

Marcus Ramúsyo desenvolveu esta pesquisa durante quatro anos junto ao programa de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, na qual conquistou o título de doutorado em Ciências Sociais.

O trabalho passou por três etapas principais: a primeira foi a pesquisa histórica do reggae e suas origens; a segunda etapa foi a análise do aspecto artístico do ritmo, abordando Bob Marley e outros regueiros jamaicanos, e a terceira etapa se baseou no levantamento das implicações políticas do reggae na realidade maranhense, a partir de registros visuais e audiovisuais nos eventos locais.

Os resultados da pesquisa servirão como fundamento para a própria população maranhense, no sentido de esclarecer, sobretudo, a relevância do reggae no contexto local. “A importância da pesquisa está em levar o conhecimento às pessoas, mostrando como funciona a cadeia produtiva do reggae, visando o seu fortalecimento e fazendo com que as pessoas entendam a importância do reggae no arranjo local”, afirmou Ramúsyo.

Origens do Reggae: Segundo o levantamento histórico realizado na pesquisa, o reggae nasce na Jamaica em 1960, originário da música rural de trabalho, dos tambores tribais das religiões africanas e da música negra americana que chegava por rádios e discos de vinil. No Maranhão o reggae foi trazido pelo fenômeno de riqueza cultural vivenciado e difundido internacionalmente. Atualmente, o ritmo influencia várias camadas da população, contribuindo para a construção da identidade cultural maranhense.

  Categorias: