Fapema lançará três novos editais nesta quinta-feira, dia 20, no auditório do Palácio dos Leões

julho 17 03:00 2017

edital-comuni

O Governo do Estado do Maranhão, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) realizam no dia 20 de julho, às 17h, no auditório do Palácio dos Leões, o lançamento de três novos editais: Comuni, Cadeia Produtiva do Meliponicultura e Apicultura e Cadeia Produtiva da Mandioca.

O edital Comuni tem como objetivo apoiar projetos de extensão, em interface com a pesquisa, a serem desenvolvidos preferencialmente nos municípios do Maranhão com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), visando à realização de ações transformadoras voltadas aos aspectos sociais, ambientais, políticos e econômicos do estado.

Para este edital, estão reservados recursos financeiros no valor total de R$ 600 mil oriundos do tesouro estadual alocados no orçamento da Fapema. Articulados com as ações para o aumento do IDH, o Comuni é uma parceria com a Secretaria dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP).

Outro edital que será lançando no mesmo dia é o Cadeia Produtiva do Meliponicultura e Apicultura, que tem como objetivo apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação voltados à cadeia produtiva do mel a serem desenvolvidas em instituições de pesquisa e/ou ensino superior sediadas no estado do Maranhão.

Também será lançado o edital Cadeia Produtiva da Mandioca com o intuito de apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação voltados à cadeia produtiva da mandioca a serem desenvolvidas em instituições de pesquisa e/ou ensino superior sediadas no Maranhão. Para os editais Cadeia Produtiva do Meliponicultura e Apicultura e Cadeia Produtiva da Mandioca serão destinados R$ 250 mil para cada um. 

A solenidade contará com palestras do economista Felipe Macedo de Holanda, professor do Departamento de Economia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), mestre em Economia pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas e presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC); e da doutora em Economia Pública, Planejamento e Organização do Espaço pela Universidade de Paris, Tania Bacelar de Araujo, graduada em Ciências Sociais pela Faculdade Frassinetti do Recife e em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Pernambuco, e sócia-diretora da CEPLAN – Consultoria Econômica e Planejamento.

 

  Categorias: