Núcleo Geoambiental da UEMA apresenta o Zoneamento Agropecuário do Maranhão para a Fapema

Núcleo Geoambiental da UEMA apresenta o Zoneamento Agropecuário do Maranhão para a Fapema
maio 29 12:04 2019

Técnicos e gestores do Núcleo Geoambiental (Nugeo), da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), apresentaram o projeto Zoneamento Agropecuário do Estado do Maranhão (Zama) ao presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), André Santos, em reunião nesta segunda-feira (27), em São Luís.

Presentes pela UEMA, o gerente do Nugeo, Jucivan Ribeiro Lopes; professor Ronaldo Haroldo Nascimento de Menezes, do Departamento de Engenharia Agrícola do Centro de Ciências Agrárias (CCA); e o técnico-pesquisador do Nugeo, João Firminiano da Conceição Filho.

O Zama é o resultado da parceria entre a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e a UEMA realizado pelo Nugeo. A ação, voltada para o setor agropecuário maranhense, tem caráter dinâmico e é elaborado a partir de bases de dados, alguns com atualizações anuais, a exemplo das informações meteorológicas.

O Zoneamento Agropecuário possui o caráter regionalizado, desenvolvido a partir das 10 Regiões Homogêneas de chuva para o Maranhão. É resultado do trabalho de doutorado do professor Ronaldo Menezes. O caráter regional assegura maior reconhecimento dos diversos padrões de chuvas presentes em nosso estado, informações importantes para o planejamento e gestão territorial do setor agropecuário.

O objetivo da reunião foi apresentar à Fapema os resultados já alcançados deste zoneamento e estabelecer uma parceria que possa vir a apoiar o desenvolvimento da sua fase implementação. A recepção do Zama foi excelente pela Fapema, considerando que houve grande interesse em apoiar a iniciativa, principalmente por causa do caráter social e econômico e pelas perspectivas do desenvolvimento de aplicativos para celulares, tecnologia que disponibilizará os calendários agrícolas, beneficiando os agricultores nas suas práticas agrícolas.

“As parcerias para apoiar as implementações do Zama são os desafios a serem superados, neste momento. O apoio da Fapema, além de ser fundamental sob o ponto de vista financeiro, também o é sob o ponto de vista estratégico, uma vez que a Fundação dar uma clara demonstração do grau de importância do projeto para o nosso estado. Iremos em busca de outras parcerias para o Zama, por acreditarmos que este é um projeto que muito pode apoiar o desenvolvimento do estado do Maranhão”, declarou o professor Jucivan Lopes.

 

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Maranhão

  Categorias: