Pesquisa busca preservação dos Aterrados da Baixada Maranhense

Pesquisa busca preservação dos Aterrados da Baixada Maranhense
junho 05 14:16 2013

pesca baixada

Discussões sobre meio ambiente e sustentabilidade estão cada vez mais em pauta. No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje, 5 de junho, essas questões podem ser levantadas com ainda mais intensidade.

Um dos principais pontos dessa discussão é a relação entre o homem e a natureza. Muitos pesquisadores apontam para um caminho sem volta ao concluírem que o futuro da humanidade está intimamente relacionado com nossas atitudes de hoje, principalmente no que diz respeito à preservação ambiental.

O doutor em Biologia, Claudio Urbano Bittencourt Pinheiro, por exemplo, defende exatamente esta relação de proteção em um de seus estudos. Com foco na Baixada Maranhense, o pesquisador volta suas atenções para os ambientes de Aterrados, muito peculiares desta região, possuindo características pantanosas. “Nestes ambientes, o substrato que sustenta as matas é resultado do acúmulo de matéria orgânica. Além de servirem de áreas importantes para a reprodução de muitas espécies de peixes, os Aterrados são cruciais para manutenção do nível de água em muitos lagos regionais, por funcionarem como verdadeiras barreiras vegetais ao escoamento da água. Pode-se afirmar, com certeza, que, sem os Aterrados, muitos lagos da região secarão, produzindo um ambiente seco, sujeito às queimadas e à desertificação”, explicou.

O trabalho tem como premissa avaliar não só o valor utilitário, cultural e ambiental, mas também econômico dos Aterrados. “Estudos como este servem de base na formulação de políticas públicas que direcionem o uso sustentável dos recursos ambientais, subsidiam a recuperação de áreas degradadas e podem, ainda, resultar em inventários de novas espécies descobertas, gerando informações-base para elaboração de propostas de exploração econômica com adequação ecológica e auxiliando na compreensão dos desafios relacionados à conservação da vegetação pelas comunidades envolvidas”, concluiu Bittencourt.

A pesquisa, intitulada “Uso, Manejo e Composição do valor dos Recursos Vegetais Aterrados da Baixada Maranhense”, recebe apoio da FAPEMA por meio do Edital Universal (nº 30/2010).

  Categorias: