Pesquisa ganhadora do Prêmio Fapema 2011 será apresentada em Feira Internacional de Ciência e Engenharia

Pesquisa ganhadora do Prêmio Fapema 2011 será apresentada em Feira Internacional de Ciência e Engenharia
abril 27 19:30 2012

pesquisador_juniorGanhador do Prêmio Fapema 2011, categoria Pesquisador Júnior, do município de Imperatriz, irá representar o Brasil na Feira Internacional de Ciência e Engenharia (Intel – Isef), que acontece de 13 a 18 de maio em Pirrsburgh. Os ganhadores são o estudante Daniel Fernandes e seu orientador Joelbe Almeida que vão apresentar o projeto de desenvolvimento de um inseticida natural à base das folhas de hortelã e manjericão.

A Feira Internacional de Ciências e Engenharia (Intel ISEF) é a única feira internacional que abrange alunos de todas as ciências naturais. Todos os anos, mais de 65.000 alunos do ensino médio competem em feiras regionais de ciências em cerca de 500 feiras afiliadas a Intel ISEF realizadas em todo o mundo. Mais de 1.500 alunos de mais de 50 países, regiões e territórios têm a chance de concorrer a mais de US$ 4 milhões de dólares em bolsas de estudo e prêmios na Intel ISEF, em 14 categorias científicas.

Joelbe Almeida, que também é professor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), destaca a proporção e importância da feira que aconteceu em Novo Hamburgo. “A Mostratec é uma referência no quesito qualidade. E só em você ter seu projeto selecionado como finalista já é um prêmio. Ano passado, quando fomos credenciados para participar da Intel-Isef, foram mais de 300 projetos finalistas de mais de 20 países nesta disputa”.

Algumas providências foram tomadas pelos pesquisadores para a apresentação na feira, segundo informou Joelbe. “A correria está grande a menos de 30 dias do evento, pois tivemos que adequar o projeto à língua inglesa, produzir um novo pôster e seguir as orientações da comissão central aqui do Brasil”.

A trajetória de quase quatro anos do estudo se iniciou na Feira de Ciência e Tecnologia do Sul do Maranhão (Fecitec), com o sucesso da pesquisa, ela foi se expandindo em eventos em São Luis (Milset), São Paulo (Febrace) e por último a Mostra de Trabalhos e Iniciação Técnico-Científica (Mostratec) no Rio Grande do Sul, que credenciou os pesquisadores a expandir seus trabalhos em nível mundial.

O projeto – Em resumo, o projeto prima no feito de desenvolver um inseticida natural à base das folhas de hortelã e manjericão, o que é uma abordagem fitoquímica de biocontroladores com potencial formicida e mosquicida II.

 

  Categorias: