Pesquisadores realizam estudos sobre o Programa Nosso Centro

Pesquisadores realizam estudos sobre o Programa Nosso Centro
junho 02 22:04 2021

Pesquisadores foram selecionados pela Fapema (Foto: Divulgação).

Os pesquisadores Aldenir Silva, Andressa Farias, Gessiane Bezerra, Jean Monteiro, Mariely Luz e Yrisvanya Macedo, selecionados pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) para realizar pesquisas científicas sobre o Centro Histórico de São Luís (MA), estão desenvolvendo estudos sobre o Programa Nosso Centro.

O programa, criado pelo Governo do Estado, executado pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), tem por objetivo garantir o desenvolvimento sustentável, conservação e valorização da história de São Luís. O Nosso Centro compreende um conjunto de ações estratégicas de valorização do Centro Histórico da cidade, que é um dos maiores e mais completos conjuntos arquitetônicos do país.

Selecionados por campo de formação e atuação, os pesquisadores são das áreas da Arquitetura, Comunicação, Design, Direito e Engenharia Civil, e seus estudos abrangem os polos habitacional, tecnológico, cultural, turístico, lazer, comercial, gastronômico e institucional do Programa Nosso Centro.

Pesquisas

Na área da Arquitetura, Andressa Farias está desenvolvendo a pesquisa “Com eira e beira: habitação social enquanto política urbana de reabilitação do Centro Histórico de São Luís”.

A investigação analisa as políticas habitacionais do Programa Nosso Centro, com foco nas experiências de intervenções, reformas e requalificação dos edifícios históricos contemplados pelo subprograma ‘Habitar no Centro’, e como essas ações podem contribuir para a preservação deste conjunto arquitetônico. Neste mesmo campo de atuação, a arquiteta Mariely Luz estuda “O Habitar no Histórico: entre os entraves e as potencialidades dos projetos de reforma e requalificação do patrimônio edificado como moradia no Programa Nosso Centro”.

O trabalho analisa as políticas habitacionais do Programa Nosso Centro, por meio do subprograma ‘Habitar no Centro’, através de projetos de reforma e requalificação de edifícios históricos como habitações de interesse social. No campo da Comunicação, Jean Monteiro analisa as práticas de comunicação estratégica utilizadas pela Secid para a divulgação das ações do Programa Nosso Centro na mídia social Instagram.

Com a pesquisa “@nossocentroslz: práticas de comunicação estratégica para a divulgação das ações do Programa Nosso Centro no Instagram”, o pesquisador verifica a efetividade e a eficácia das práticas e técnicas comunicacionais e a sua relação com os seguidores do perfil.

A designer Yrisvanya Macedo, com a pesquisa “Percebendo a Cidade: Avaliação do Sistema de Orientação Espacial do Centro Histórico de São Luís – MA”, avalia o sistema de orientação espacial (Wayfinding) do Centro Histórico de São Luís – MA, culminando com a proposta de diretrizes (requisitos) para a geração e implementação de um sistema de wayfinding para facilitar a orientação de usuários e valorização cultural e patrimonial.

No âmbito do Direito, Aldenir Silva traz o estudo “A preservação do Patrimônio Histórico e Cultural de São Luís como direito fundamental: uma análise técnica e jurídica a partir da implementação do Programa Nosso Centro”, a fim de analisar os principais desafios jurídicos e administrativos na implementação do Programa, compreendendo o Centro Histórico como um território de múltiplas dimensões, à luz da legislação vigente e dialogando com os atores envolvidos.

Com a pesquisa “Análise comparativa entre os orçamentos para obras convencionais e obras no Centro Histórico de São Luís”, a engenheira Gessiane Bezerra realiza um estudo comparativo entre os orçamentos para obras convencionais e obras no Centro Histórico de São Luís, tendo em consideração insumos, composição, mão de obra e produção.

Sobre os pesquisadores

Andressa Farias é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual do Maranhão e especialista em Planejamento Urbano, estuda e pesquisa temas como produção do espaço, planejamento urbano e regional, assistência técnica de habitação de interesse social, participação popular em processos de planejamento urbano e interfaces para assessoria técnica.

Mariely Luz é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Estadual do Maranhão, especialista em Administração Pública e Gerência de Cidades e mestra em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desenvolve estudos e pesquisas sobre conservação do patrimônio histórico, mobilidade urbana, assentamentos precários e processos participativos, e organizações da sociedade civil que atuam no âmbito da habitação de interesse social.

Jean Monteiro é graduado em Comunicação Social/Jornalismo, especialista em Comunicação, Cultura e Tecnologia e mestre em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal do Maranhão. Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Comunicação Multimídia.

Desenvolve estudos interdisciplinares nas áreas de Comunicação, Educação e Tecnologia, pesquisando principalmente sobre Hipertextualidade, Webjornalismo, Tecnologias Digitais na Educação, Ensino e formação do Jornalista.

Yrisvanya Macedo é graduada em Desenho Industrial e mestra em Design pela Universidade Federal do Maranhão.

É membro do Núcleo de Ergonomia em Processos e Produtos- NEPP/UFMA. Tem como linhas de estudo o design de produto, ergonomia e design social, com abordagem centrada no usuário, bem como a área de políticas públicas e sociais relativas à informalidade.

Aldenir Silva é graduado em Direito pela Universidade Estadual de Feira de Santana e em Educação do campo, com habilitação em Ciências Agrárias e Sociais pela Universidade Federal do Maranhão. É pós-graduando em Economia e Questão Agrária pela Universidade Federal do Espírito Santo.

Membro do setor de Direitos Humanos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Maranhão e da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia.

Gessiane Bezerra é graduada em Engenharia Civil pela Universidade Estadual do Maranhão e pós-graduanda em Engenharia de Transportes: Rodovias, Ferrovias e Portos. Desenvolve pesquisa sobre as edificações relacionadas ao programa Nosso Centro, do Governo do Estado do Maranhão.

 

Fonte: Agência de Notícias do Governo do Maranhão

  Categorias: