Pesquisadores questionam benefícios da tinta isolante

Pesquisadores questionam benefícios da tinta isolante
janeiro 14 14:29 2010

tinta_isolanteAditivos para tintas, que garantem qualidades isolantes, vêm sendo comercializados desde o fim da década de 90, mas organizações ligadas a pesquisas de tintas não confirmam seu valor isolante. A U.S. Environmental Protection Agency (EPA), por sua vez, não recomenda o uso de tintas e revestimentos no lugar do isolamento de base. “Não conhecemos qualquer estudo independente capaz de verificar suas qualidades como isolante”, declara a agência. O governo federal americano avalia as tintas para telhado por sua eficiência energética. Suas conclusões, no entanto, somente levam em consideração a capacidade da substância de refletir o calor para manter a construção refrescada, e não sua propriedade isolante em si.

De acordo com o Laboratório Nacional do Departamento de Energia Oak Ridge, o uso das chamadas “tintas isolantes” é, na maior parte das vezes, “difícil de ser justificado com base apenas nos custos de economia de energia”. Ao mesmo tempo, a EnergyIdeas Clearinghouse, parceria sem fins lucrativos entre a Washington State University e a Northwest Energy Efficiency Alliance, descobriu que, sob condições ideais, tintas isolantes podem apresentar “redução na absorção de calor” de aproximadamente 20% em paredes recém-pintadas expostas ao sol, mas nota que essas paredes somente serão expostas diretamente à luz solar por uma parte limitada, mesmo do dia mais claro de verão. Além disso, a Clearinhouse afirma que “as reduções no ganho de calor são significativas apenas para superfícies banhadas pelo sol” e que a “refletividade das superfícies pintadas costuma cair consideravelmente com o tempo”.

Alex Wilson, do site BuildingGreen.com não é um fã das tintas isolantes: “dizer que há um exagero sobre as tintas isolantes é um abrandamento”, comentou ao site Treehugger.com. “Na internet aparecem muitos anúncios de tintas que podem reduzir drasticamente a transferência de calor – geralmente baseadas em alguma mágica tecnológica concebida pela Nasa. Esses produtos podem até apresentar alguma relevância nas condições extremas do espaço sideral, mas os fabricantes de tintas contendo [aditivos isolantes] estão promovendo afirmações que desafiam as leis da física ao afirmarem que podem economizar, em construções, energia em quantidades significativas.”

Não obstante, para certas aplicações, especialmente combinadas com as formas tradicionais de isolamento aplicadas na base de uma construção, tintas isolantes podem ajudar, correspondentemente, na redução de despesas com energia e ar condicionado. Para aqueles que desejam utilizar tintas isolantes, apesar dos benefícios limitados, algumas das principais marcas a serem procuradas são Insuladd, Hy-Tech, Therma-Guard e Eagle Coatings’ SuperTherm.

Adicionar tinta isolante deve ser apenas o detalhe final de um plano bem concebido para redução de gastos com calor e resfriamento. Instalar uma forma tradicional de isolamento seria a melhor medida. Uma radiante barreira refletora na estrutura do telhado no sótão pode oferecer ajuda significativa, de acordo com o Centro de Energia Solar da Flórida.

Janelas térmicas e práticas conscientes de gasto energético contribuirão para o esforço. Finalmente, considere a sombra produzida por árvores e outras paisagens naturais, recomendadas pelo Departamento de Energia Americano como forma efetiva de resfriar sua casa de modo passivo. Para mais ideias, visite o do-it-yourself energy audit tool no site da Lawrence Berkeley National Laboratory’s Home Energy Saver.

  Categorias: