Conselho gestor do Programa Guyamazon se reúne amanhã e sexta-feira, em São Luís

Conselho gestor do Programa Guyamazon se reúne amanhã e sexta-feira, em São Luís
setembro 10 19:10 2014

logo-guyamazonEDITADADurante dois dias o Comitê Gestor do Programa Guyamazon estará reunido em São Luís para tratar sobre novos editais e do aditivo de convênios já existentes entre as Fundações de Amparo à Pesquisa dos estados do Amazonas (FAPEAM), do Amapá (FAP Tumucumaque) e do Maranhão (FAPEMA).

A reunião que está sendo organizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão será aberta nesta quinta-feira (11) a partir das 9h no Brisamar Hotel e se estenderá até sexta-feira dia (12).

O objetivo do programa GUYAMAZON é incentivar o desenvolvimento e apoiar a implementação conjunta de projetos de investigação, formação, inovação, através de colaborações entre pesquisadores, professores de instituições ensino e pesquisa franceses, principalmente da região da Guiana, e os seus homólogos dos estados brasileiros do Amazonas, Amapá e Maranhão.

A reunião contará com representantes da FAPS, do representante do Guyamazon, Sandrine Fagnoni e do Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento (IRD), Patrick Seyler. Desde o seu lançamento em 2010, GUYAMAZON contribui de forma inovadora e bem-sucedida para o desenvolvimento e consolidação da cooperação transfronteiriça entre a França, a Guiana e o Brasil.

Os projetos de pesquisa financiados no âmbito do programa estão abertos a todas as disciplinas que contribuem para valorizar os recursos e o ambiente do bioma da Amazônia e para desenvolver os territórios dos dois países.

“Como resultado da parceria a FAPEMA lançou em maio do ano passado o Edital de Cooperação Bilateral–AIRD com finalidade de apoiar a execução de projetos conjuntos com propostas destinadas a mobilidade acadêmico – cientifica de estudantes, docentes e pesquisadores atuantes em projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação”, informou a diretora presidente da FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra.

Abrangência

As áreas científicas abrangidas pelo programa Guyamazon 2013 são Biodiversidade e Amazon ambiental (conhecimento, uso e gestão sustentável, de observação espacial), os ecossistemas aquáticos (rio, costeiro e marinho), saúde e ambiente, Agro-ecologia, energia renovável e ciências humanas e sociais relacionados a questões regionais (governança, políticas e estratégias para o desenvolvimento territorial sustentável).

Rosane Guerra lembrou que o Maranhão tem apostado na cooperação internacional, proporcionando aos pesquisadores locais intercâmbio com instituições de vários países a exemplo da França, através dos institutos INRIA, CNRS e AIRD, e com a Fundação Bill e Melinda Gates, dos Estados Unidos.

  Categorias: