Projeto busca reconstituir aspectos da vida e da obra de Gonçalves Dias

Projeto  busca reconstituir aspectos da vida e da obra de Gonçalves Dias
junho 05 18:35 2014

03O passado literário do poeta Gonçalves Dias, um grande expoente do romantismo brasileiro, está sendo estudado pelo professor Diógenes Buenos Aires, da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA.

O objetivo do estudo é saber que lugar a obra do poeta caxiense ocupa nas histórias da Literatura Brasileira dos séculos XIX,XX e XXI.

O projeto, intitulado “Gonçalves Dias e as Histórias da Literatura”, busca reconstituir aspectos da vida e da obra do poeta maranhense a partir das conexões que sua literatura estabelece com leitores especializados de diferentes épocas.

A pesquisa conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA e da UEMA, que viabilizou a concessão de bolsas PIBIC/CNPQ.

Fazem parte da equipe duas alunas do curso de Letras do CESC/UEMA, Anielle Silva Santos e Ananda Sousa Nunes, que também são bolsistas PIBIC/CNPq.01

A professora Dra. Maria Eunice Moreira, que é docente do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS e Bolsista de Produtividade ID do CNPq, presta consultoria ao projeto.

Na tentativa de identificar os “rastros” deixados por Gonçalves Dias na poesia e no teatro, o pesquisador utilizou como fontes documentais 18 histórias da literatura brasileira.

Essas referências incluem obras de historiadores consagrados, como Alfredo Bosi, Antônio Candido, Massaud Moisés, Nelson Werneck Sodré, José Guilherme Merquior e Silvio Romero.

Elas fazem parte do corpus da pesquisa e abrangem um período que vai do século XIX ao século XXI.

De acordo com o professor Diógenes Aires, a leitura e a análise dessas fontes permitem identificar que elementos da obra gonçalvina são privilegiados e os que ficam obscurecidos pelos historiadores.

“Os historiadores vão dando um contorno sobre a biografia, a poesia e o teatro de Gonçalves Dias conforme seus interesses. Por exemplo, pode-se observar que trechos da Canção do Exílio são mais explorados e quais os sentidos dados para tais partes. declarou.

A pesquisa “Gonçalves Dias e as Histórias da Literatura” se insere na discussão da recepção literária e seus condicionantes, e representa a continuidade de estudos anteriores do professor Diógenes Aires que tratam da recepção da obra gonçalvina por leitores do ensino fundamental e médio de Caxias (MA).

Trata-se, segundo Aires, de uma atividade de natureza científica que vem contribuir com o esforço do Departamento de Letras do Centro de Estudos Superiores de Caxias (CESC), da UEMA, em instituir o Memorial Gonçalves Dias.

Para dar suporteteórico ao trabalho, o pesquisador utiliza uma metodologia que valoriza a construção de várias histórias de um mesmo objeto ou fato literário: chama-se história problema.

“Significa produzir tantas quantas histórias o historiador se propuser, uma vez que os fatos literários estão envolvidos numa grande rede e não é possível analisá-los sem levar em consideração as diversas ligações”, explica Diógenes Aires.

É a chamada valorização das micro-histórias e a definição de novas fontes, uma vez que o historiador deve encontrá-las a partir de suas necessidades.

  Categorias: