Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária é considerada uma das melhores redes sociais do mundo

Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária é considerada uma das melhores redes sociais do mundo
janeiro 21 17:54 2010

A agropecuária no Brasil é o ramo da atividade econômica que mais ocupa mão-de-obra, gerando emprego para pelo menos 10% da população economicamente ativa do país e representando aproximadamente 8% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Para que o setor permaneça forte e cresça, além de criar ações que vão desde a escolha dos insumos até a garantia da qualidade dos produtos de origem animal e vegetal, sejam eles destinados ao interno ou externo é necessário expandir e levar os conhecimentos da defesa agropecuária para a comunidade acadêmica.

rede_inovacao_tecnologica_defesa_agropecuariaÉ exatamente neste cenário de progresso e por busca melhorias através do incentivo à inovação tecnológica, da promoção e expansão do setor, que a Rede de Inovação Tecnológica para Defesa Agropecuária (RIT DA) surge como ferramenta de integração. Segundo o coordenador do projeto, professor Evaldo Vilela, foi à constatação de que os segmentos acadêmico, empresarial e governamental, no Brasil, precisavam urgentemente se informar e se integrar mais nas ações sobre defesa agropecuária, que levou à criação da RIT DA. ”A Rede é um instrumento social mais efetivo do que documentos em papel para a divulgação dos avanços conseguidos”, diz Vilela.

A RIT DA é uma iniciativa do Projeto Inovação Tecnológica para Defesa  Agropecuária – INOVADEFESA, coordenado pela Universidade Federal de Viçosa, e financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e pelo Fundo Setorial do Agronegócio (CT-Agro) . O projeto conta ainda com importantes parcerias como Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os órgãos estaduais de Defesa Agropecuária, a Embrapa Gado  de Leite, a Embrapa Gado de Corte, diversas instituições de ensino e o setor  privado. A Rede composta por 1650 membros, desde abril de 2009 busca proporcionar espaços de discussões e compartilhamento de conhecimento sobre o sistema brasileiro de agronegócios.

“O projeto é uma contribuição para o fortalecimento da defesa agropecuária no Brasil, o que é estratégico para a competitividade do agronegócio brasileiro no mundo globalizado, cada vez mais exigente nas questões sanitárias animal e vegetal. O projeto é focado na inovação tecnológica como o grande diferencial para o setor”, afirma o coordenador.

Inseridos nesta rede social, pesquisadores, docentes, empresários, produtores, fiscais agropecuários e demais  interessados na área, podem compartilhar conhecimento e interagirem através de  grupos, mensagens de blog, fóruns,  vídeos, fotos, calendário de eventos, transmissões em tempo real. Para que a rede cumpra função a que se propõe, que é construir o  conhecimento sobre defesa agropecuária de forma coletiva, todo  o conteúdo postado pode ser visto e comentado pelos por outros membros.

O sucesso da RIT DA tem sido tão grande nestes últimos 10 meses, que foi apontada pelo site Farmsphere, como uma das melhores redes sociais do mundo sobre “Agricultura, Alimentos e Agronegócios ”. “O reconhecimento da Farmsphere foi importante porque trabalhar uma rede social temática é uma tarefa que exige muita criatividade e dedicação, e saber que nosso esforço esta dando resultados, é muito gratificante”, diz Vilela.

A  Farmsphere, assim como a RIT DA, é uma rede social, que busca principalmente, prover soluções para o setor de agronegócios, reunindo  profissionais de todas as partes do mundo, ligados ao agronegócio em geral,  permitindo relações profissionais e troca de informações.

Tanto os resultados do Projeto Inovação Tecnológica para Defesa  Agropecuária quanto da RIT DA serão apresentados durante a II Conferência Nacional para Defesa Agropecuária, que será realizada de 26 a 29 de maio de 2010, em Belo Horizonte (MG). Acesse a RIT DA: http://inovadefesa.ning.com

  Categorias: