Seminário discute política habitacional para o Centro Histórico de São Luís

Seminário discute política habitacional para o Centro Histórico de São Luís
maio 04 11:50 2018

Fonte: FAPEMA

Data: 04/05/2018

Texto: Leidyane Ramos

A Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) realizam o Seminário “Habitar para Preservar o Centro Histórico de São Luís”. O evento acontece, nos dias 09 e 10 de maio, das 9h às 18h30, no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, rua da Estrela, 472, Praia Grande, e será aberto pelo governador Flávio Dino. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pelo site www.fapema.br/eventos. Os participantes do evento receberão certificado de 16 horas.

O seminário apresenta questões importantes relacionadas aos moradores e ao público que está presente nesta área da cidade. A programação traz profissionais renomados, professores e técnicos, especialistas nos temas “política habitacional”, “gestão de políticas públicas para a preservação”, “patrimônio cultural” e “experiências na defesa da moradia”. Os participantes serão divididos em grupos de trabalho com o propósito de deixarem suas contribuições ao debate. A expectativa dos organizadores do evento é que as informações contribuam para a criação, fortalecimento e execução de políticas públicas voltadas à moradia no Centro Histórico. O presidente da Fapema, Alex Oliveira, informa que o seminário é uma demanda que surgiu da professora Helena Galiza, pesquisadora da UFRJ, com objetivo de retomar o debate “extremamente necessário para o Centro Histórico, que é o de pensar a habitação da área”.

“Historicamente nós temos poucas iniciativas de habitação no Centro Histórico. Estas quase sempre não contemplavam as pessoas que moravam lá. As políticas de atração foram restritas a servidores públicos do estado e nós queremos ampliar essas oportunidades. Pensar políticas de habitação para pessoas que queiram morar no centro e atuar nas políticas culturais do estado de forma precisa no que é importante para que o centro viva, ou seja, que ele se integre cada vez mais na vida contemporânea no momento presente”, disse.

Palestras

Quatro palestras serão apresentadas durante o Seminário: ‘Centro: um espaço possível de integração urbana?’, proferida por Carlos Bernardo Vainer – Diretor do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ); ‘Política Habitacional focalizada em áreas centrais’, com Nabil Georges Bonduki – Professor Titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP); ‘Patrimônio Cultural: conceitos, políticas e instrumentos’, ministrada por Leonardo Barci Castriota – Presidente do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS/Brasil) e Professor da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (EA/UFMG) e ‘Experiências na Defesa da Moradia em Processos de Revitalização das Áreas Centrais’, ministrada por Maria Lúcia Pontes – Coordenadora do Núcleo de Terras e Habitação (Nuth) da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro.

No dia 09, às 15h, será realizada mesa redonda “Olhar institucional para a habitação no Centro Histórico” com participação de Raphael Gama Pestana – Coordenador Técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Maranhão (IPHAN/MA), Luís Eduardo Longhi – Superintendente da Superintendência do Patrimônio Cultural do Estado do Maranhão (SPC/SECTUR), Gustavo Martins Marques – Secretário da Secretaria Municipal Extraordinária de Projetos Especiais (SEMPE) e Aquiles Andrade – Presidente da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (FUMPH).

A programação será encerrada com reunião de grupos de trabalho para discutir temas como habitação, segurança e serviços públicos; serviços de apoio à moradia; habitação e cultural; e direito à moradia.

 

Programação

Dia 09/05 (QUINTA-FEIRA)

9h – Abertura

10h30 – ‘Centro: um espaço possível de integração urbana?’

12h à 13h30 – Intervalo

14h – ‘Política Habitacional focalizada em áreas centrais’

15h – Mesa redonda ‘Olhar institucional para a habitação no Centro Histórico’

17h – ‘Patrimônio Cultural: conceitos, políticas e instrumentos’

 

Dia 10/05 (SEXTA-FEIRA)

9h – ‘Experiências na Defesa da Moradia em Processos de Revitalização das Áreas Centrais’

10h30 – Grupos de Trabalho

12h às 13h30 – Intervalo

14h – Continuação das atividades dos grupos de trabalho

17h30 – Assembleia Final

Coordenação: Helena Rosa dos Santos Galiza – Arquiteta e Urbanista, pesquisadora da UFRJ

 

 

 

  Categorias: