Sistema de rastreamento de bovinos chega à fase final

Sistema de rastreamento de bovinos chega à fase final
novembro 04 12:38 2009

O Chip do Boi, como é conhecido o sistema de rastreabilidade de bovinos, entra na fase final de testes. A tecnologia é um produto 100% desenvolvido no Brasil pelo Centro de Excelência em Tecnologia Avançada (Ceitec), de Porto Alegre (RS). Os chips serão testados em animais da Fazenda Experimental Santa Rita, em Minas Gerais.

Está é a última etapa antes da produção em larga escala do chip. Amanhã (5), o ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, participa do lançamento da fase de testes em campo. O processo de rastreabilidade eletrônica utiliza um software de banco de dados, um coletor e um brinco, formado por um chip e uma antena. Para colher os dados do animal, basta aproximar um bastão com um leitor do chip, que fica na orelha do gado. A partir daí, as informações são repassadas para um computador via cabo ou rádio.boi

O leitor tem capacidade para armazenar cerca de sete mil dados. A identificação eletrônica permite o conhecimento do animal pela análise de informações como raça, idade, identificação visual, pais de um determinado gado e lote do qual foi comprado. A tecnologia segue uma demanda do mercado internacional, cada vez mais exigente. Com o novo sistema de rastreabilidade, as barreiras protecionistas de países que importam carne devem cair. Com isso, o setor agropecuário brasileiro será beneficiado.

O chip do boi faz parte da estratégia nacional de desenvolver um padrão brasileiro de rastreabilidade e, a partir daí, estimular a criação de um mercado comprador. O lançamento da fase de testes será às 10h, na Fazenda Experimental Santa Rita, em Prudente de Morais (MG).

Além do ministro Rezende, participam do evento a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

Ceitec

O Centro de Excelência em Tecnologia Avançada (Ceitec) é especializado no desenvolvimento e produção de application-specific standard products (ASSPs). O Design Center, localizado em Porto Alegre (RS), tem capacidade para desenvolver chips de alta tecnologia, exercendo papel estratégico para a indústria microeletrônica do País.

A fábrica, em fase final de implantação e certificação, será a única da América Latina capaz de produzir chips. A Ceitec coloca o Brasil entre os principais países do mundo no desenvolvimento de microeletrônica avançada.

  Categorias: