SNCT: Apresentação de pôsteres movimenta IV Mostra Científica do Maranhão

SNCT: Apresentação de pôsteres movimenta IV Mostra Científica do Maranhão
outubro 17 10:36 2014

ANDRE LUIZUma das atrações da 5ª Mostra Científica do Maranhão, evento que integra a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, é a apresentação de pôsteres feita por acadêmicos das mais diversas instituições de ensino superior inscritos no Edital de Programa de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC), da FAPEMA.Assuntos variados, como alimentação, educação ambiental, tecnologia e saúde, por exemplo, estão sendo abordados durante a exposição que está sendo realizada até sábado (18), quando a Semana será encerrada.

O PIBIC tem como objetivo despertar a vocação científica e incentivar talentos entre estudantes do ensino fundamental, médio e profissional da rede pública mediante a participação em atividades de pesquisa científica, tecnológica e inovação.André Luiz de Brandão Damasceno é um dos expositores. Mestrando em Ciências da Computação, ele apresentou o trabalho “Cacuriá: ferramenta de autoria para objetos de aprendizagem”.

Segundo André Luiz, o projeto surgiu depois que muitos professores relataram que a utilização de vídeos durante as aulas prendia bastante a atenção dos alunos fazendo com que o conteúdo fosse absorvido com mais facilidade. “Pensando nisso, elaboramos este software, onde professores e tutores poderão editar vídeos, enriquecendo-os com outras mídias, como fotos, textos e áudios, por exemplo”, explica.

EDITH

Assim como o estudante de Computação, muitos outros bolsistas de iniciação científica voltam seus esforços para o desenvolvimento de pesquisas que tem como objetivo melhorar a vida da sociedade em diversos aspectos. Esse é também o objetivo da estudante de Arquitetura da UEMA, Edith Garros, que apresentou o trabalho “Bioarquitetura: sistemas produtivos de mínimo impacto ambiental, aplicados ao planejamento de habitações em áreas de risco”.

O objetivo da pesquisa de Edith é identificar as áreas de risco de São Luís, suas problemáticas e vulnerabilidade com estudos de caso para proposição de sistemas produtivos sustentáveis que possibilitem a mitigação dos riscos.

“Com a apresentação do meu trabalho aqui na Semana pretendo mostrar a arquitetura como solução sustentável e funcional capaz de proporcionar um ambiente equilibrado para as comunidades residentes”, conta a futura arquiteta.

No Maranhão, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia pode ser visitada até sábado (18). O objetivo do evento é divulgar a produção científica do estado, bem como estimular o envolvimento da população com este assunto.

O evento é gratuito e fica aberto para visitação das 8h às 20h. Além de exposição de pôsteres, a programação conta com palestras, mini-cursos, oficinas, além de apresentações culturais nos fins de tarde.

  Categorias: