Estudo analisa efeito terapêutico do óleo de babaçu no tratamento da asma, em modelo experimental

Estudo analisa efeito terapêutico do óleo de babaçu no tratamento da asma, em modelo experimental
abril 13 14:07 2015

oleo-babacu-fapema2O efeito do óleo de babaçu como adjuvante na inflamação alérgica pulmonar está sendo avaliado em pesquisa coordenada pela doutoranda, Mayara Cristina Pinto, da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). O trabalho tem como objetivo estudar o efeito terapêutico do óleo do coco babaçu para o tratamento da asma, doença crônica que afeta tanto crianças quanto adultos.

Estima-se que no Brasil existem, aproximadamente, 20 milhões de asmáticos. A doença é considerada a quarta causa de internação, sendo um problema mundial de saúde. A professora, que realiza a pesquisa com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA) por meio do Edital Universal/2013, explica que nas alergias e na asma existe a necessidade de uma modulação de um perfil das células Th2 para um Th1 para que se consiga uma melhora na saúde do paciente.

“Em nosso laboratório o modelo experimental de asma já está bem padronizado e por isso escolhemos esse modelo para avaliar se o óleo de babaçu seria um bom adjuvante na modulação da resposta imune nas patologias associadas ao padrão Th2”, conta Mayara.

A professora enfatiza que o objetivo do projeto é investigar o potencial adjuvante do óleo de babaçu na imunomodulação da respostas a Ovalbunina (OVA) em camundongos, onde foi induzida resposta inflamatória respiratória com sintomas e mecanismos semelhantes a da asma.

“Assim avaliaremos se o óleo de babaçu pode ser um potente adjuvante na modulação do sistema imune podendo ser utilizado em formulações vacinais para o tratamento de diversas patologias em que a modulação de resposta Th2 para Th1 seja necessária”, completa a pesquisadora.

A pesquisa, segundo informou Mayara, está na etapa final, faltando alguns experimentos. “Temos alguns resultados, mas ainda não são conclusivos, necessitando de alguns experimentos para conclusão”, revela a professora. Ao final do trabalho, previsto para dezembro deste ano, deverão ser publicados artigos em periódicos indexados e a apresentação dos resultados em eventos nacionais e internacionais.

  Categorias: