Apresentações no Seminário de Iniciação Científica mostram resultados de pesquisas apoiadas pela FAPEMA

Apresentações no Seminário de Iniciação Científica mostram resultados de pesquisas apoiadas pela FAPEMA
outubro 22 21:57 2013

DSC 0211Até o próximo sábado, 26, das 08h às 20h a visitação à Cidade da Ciência vai estar aberta ao público interessado em participar da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) e a da 4ª Mostra Científica do Maranhão. A expectativa é de que 60 mil pessoas visitem a exposição.

Nesta terça-feira, 22, foi aberto o Seminário de Iniciação Científica da Fapema, o SEMIC, onde bolsistas da Fundação e de outras instituições – como UFMA e UEMA – podem apresentar os trabalhos que desenvolveram ao longo do ano, através de atividades orais e pôsteres.

O SEMIC tem como um de seus objetivos estimular a participação dos estudantes no desenvolvimento de projetos de pesquisa científica e tecnológica que contribuam para o crescimento do estado. Durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, os trabalhos vão ser reunidos para apresentar os resultados já alcançados.
Na abertura dos trabalhos, um grande público se reuniu para ouvir as palestras, e contemplar as apresentações orais, que, nos pôsteres, traziam temas contemporâneos como os riscos provocados pela cárie dental e pelo câncer de pênis, passando ainda por avaliações sobre a o efeito fitoterápico das plantas. As pesquisas contemplam todas as áreas do conhecimento, tais como as ciências da saúde, sociais, humanas e as engenharias.

De acordo com a diretora científica da FAPEMA, Cláudia Coelho, os bolsistas vão ser avaliados pelo conjunto da obra apresentada. “Os pesquisadores vão fazer a avaliação e levam em conta a qualidade da apresentação, o conhecimento e domínio do tema que ele está apresentando. Em todas essas situações o bolsista estará sendo avaliado”, frisou a coordenadora.

Além de trazer o envolvimento dos bolsistas e dos orientadores em todas as áreas, o diferencial das atividades é a possibilidade de surgir, nos trabalhos, um retorno social do que foi produzido em laboratório e nas pesquisas de campo. As atividades do SEMIC vão ser realizadas até o próximo dia 25, sempre nos auditórios 1 e 2 e são abertos ao público. As inscrições são feitas no hall de entrada da cidade da ciência, montada no estacionamento do São Luís Shopping, a partir das 08h.
No mesmo local, podem ser feitas também as inscrições para palestras e mini-cursos. Um dos mais concorridos neste primeiro dia, foi o da mestre em administração e bibliotecária Suênia Oliveira Mendes que em seu mini-curso falou sobre “O ABC da pesquisa científica: busca informacional na web”.

Durante a conversa com os ouvintes, ela esclareceu como as ferramentas de busca na internet facilitaram a procura e o encontro das informações voltadas para a ciência e tecnologia, mas alerta sobre a importância de se encontrar as ferramentas corretas que direcionem esse conhecimento. “Hoje em dia quem de nós não vai primeiro na internet para buscar alguma coisa? O importante é saber que nem toda informação disponível na web você pode utilizar como informação científica é necessário saber os critérios para ter uma informação com comprovação”, argumentou.

Além de São Luís e região metropolitana, as atividades também vão acontecer em municípios do interior do estado, como Imperatriz, Caxias, Santa Inês, Timon. Em todo o Brasil a SNCT está contabilizando mais de 13 mil atividades envolvendo mais de 650 instituições de ensino e pesquisa ligadas à ciência e tecnologia.

  Categorias: