Aspectos da literatura impressa e digital são comparados e analisados

Aspectos da literatura impressa e digital são comparados e analisados
julho 25 18:46 2014

d4c36 ipad ebooks largeDos e-books aos impressos com temática eletrônica: as crianças e jovens brasileiros têm atualmente à sua disposição uma grande variedade de livros que estabelecem uma conexão entre as linguagens literária e virtual, seguindo as mudanças mundiais que incluem a criação – literária e não literária – em ambientes digitais.

Que dimensões artísticas e computacionais estão sendo exploradas para a configuração desse novo objeto cultural direcionada para a infância e a juventude brasileira?

A conjugação dessas dimensões tem possibilitado a produção de narrativas e poesias que resultam numa ampliação da experiência estética desses leitores em formação?

São questões como essas que o professor Diógenes Buenos Aires de Carvalho, da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA pretende responder a partir do mapeamento e análise da produção literária infanto-juvenil brasileira contemporânea. Segundo ele, o diálogo entre a cultura impressa e a cibercultura nessa área ocorre do “oral ao virtual” e “do virtual ao impresso”.

“Desvendar esses dois caminhos é muito vantajoso para a investigação científica, pois possibilita a compreensão da natureza híbrida do processo da criação literária para crianças e jovens no entrecruzar da cultura impressa e da cibercultura, além dos mecanismos estéticos, estilísticos e cibernéticos que envolvem essa produção cultural”, defendeu o pesquisador.

Diógenes Aires afirmou ainda que a pesquisa pode revelar os “novos protocolos de leitura que surgem e que o leitor em formação deve dominar a fim de que o ato de ler se transforme numa experiência estética”.

O projeto do professor Diógenes, envolve quatro etapas: na primeira, os pesquisadores farão a leitura e a discussão dos pressupostos teóricos da pesquisa. Na segunda, o mapeamento da produção literária infanto-juvenil brasileira contemporânea, que dialoga com a tecnologia nos suportes impressos e/ou virtuais. Na terceira etapa da pesquisa, será feita a seleção das obras literárias impressas. Por último, a equipe escolherá e-books literários hipertextuais/hipermidiáticas para crianças e jovens.

A pesquisa “A Literatura Brasileira Contemporânea: Entre o Impresso e o Virtual” é apoiada pela Fapema, por meio do Edital Universal (Nº 30/2010), e conta com a participação da professora Vera Teixeira de Aguiar, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), além de alunos do curso de letras da UEMA, em Caxias.

  Categorias: