Avaliação trienal de Pós-Graduação da CAPES é apresentada no Maranhão

Avaliação trienal de Pós-Graduação da CAPES é apresentada no Maranhão
dezembro 17 19:49 2010

A diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra, participou nesta sexta-feira, 17, do Seminário sobre a Avaliação Trienal 2007/DSC094052009, realizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFMA e destinado a todas as Universidades do Maranhão (Públicas e Particulares). O evento teve como palestrante o Diretor de Avaliação da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), Professor Dr. Lívio Amaral, que apresentou os resultados da Avaliação Trienal deste ano, em Brasília.

 

O Sistema de Avaliação da Pós-Graduação foi implantado, dentre outros objetivos, para estabelecer o padrão de qualidade exigido dos cursos de mestrado e de doutorado e identificar os cursos que atendem a tal padrão, além de impulsionar a evolução de todo o Sistema Nacional de Pós-Graduação, SNPG, e de cada programa em particular, que expressam os avanços da ciência e da tecnologia.

 

O seminário sobre a Avaliação Trienal 2007/2009 foi destinado aos coordenadores, diretores dos departamentos, representantes dos discentes e docentes dos Programas de Pós-Graduação das universidades públicas e faculdades particulares do Maranhão.

 

O Diretor de Avaliação da CAPES, Lívio Amaral, explanou os resultados sobre os avanços da Pós-Graduação no país. “Entre o que foi avaliado em 2007 e 2010, houve um crescimento de 20% de cursos de Pós-Graduação, essa é uma taxa de crescimento muito forte. Além desse desenvolvimento, nós fazemos da avaliação um controle da qualidade de todos esses programas, e isso mostra que a pós brasileira está crescendo quantitativamente, e principalmente, qualitativamente. O resultado disso é que o Brasil, hoje, ocupa a 13ª posição no ranking mundial de produção do conhecimento, quando há duas décadas ocupava a 30ª posição. Por isso, há uma expectativa, a julgar pelo que tem acontecido nos últimos anos, que o país esteja na 8ª colocação na produção de conhecimento, em 2015”, destacou.    

 

Na avaliação trienal 2010, o Diretor de Avaliação da CAPES apresentou ainda que entre os anos de 2007 e 2009, no país foram formados 140 mil mestres, 32 mil doutores e oitoseminario_CAPES_17.12.2010 mil mestres profissionais.

Rosane Guerra apontou que a FAPEMA vem contribuindo para a formação de profissionais mais qualificados na Pós-Graduação do Estado. “A Fundação tem contribuído para os programas de Pós-Graduação não só no que tange a formação de recursos humanos a partir da concessão de bolsas de mestrado, doutorado e mesmo das bolsas de iniciação científica, que acabam estimulando os alunos a ingressarem na Pós-Graduação, mas também por meio de editais de apoio a pesquisa, que fortalecem os programas de Pós-Graduação e permitem a produção de resultados que por ventura possam ser publicados em revistas de melhor impacto”, declarou.

  Categorias: