Balanço de ações mostra crescimento da Fapema em 2009

Balanço de ações mostra crescimento da Fapema em 2009
janeiro 05 14:26 2010

“Se a conquista do desenvolvimento está na produção de conhecimento e inovação, o Maranhão está no caminho certo”, destacou o jornal O Estado do Maranhão, em sua edição do dia 07 de dezembro de 2009. A reportagem dava conta dos avanços da pesquisa maranhense, representados peDSC03633Glo alto nível dos trabalhos submetidos ao Prêmio Fapema deste ano. Assim como a premiação, o governo do Estado, por intermédio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), destinou, nos últimos oito meses, mais recursos para investimentos na produção científica, tecnológica e de inovação local. 

A intenção é colocar o Maranhão em patamares mais elevados no cenário da produção cientifica e tecnológica brasileira. “Em 2009, as ações da Fundação ganharam impulso a partir de abril, quando a governadora Roseana Sarney assumiu o governo”, lembra a presidente da Fapema, Rosane Nassar Guerra. Em menos de três meses da nova gestão, foram lançados dez editais de fomento à pesquisa em todas as áreas de conhecimento.

LanamentosTrês desses editais foram inéditos no Estado. Entre eles, o Edital Universal que contempla pesquisadores vinculados às instituições de pesquisa e desenvolvimento ou ensino e pesquisa, públicas ou privadas, sediadas no Maranhão. Os recursos alocados pela Fapema, para este edital, são da ordem de R$ 1,5 milhão.

Os outros dois editais inéditos foram os de Auxilio a Editoração, para publicação de livros e revistas; e Auxilio a Publicação de Artigos. Os referidos editais visam incentivar a publicação científica e tecnológica, em especial aquelas de natureza inédita, como forma de difundir conhecimento, técnicas ou tecnologias que sejam relevantes para o desenvolvimento cientifico-cultural.

“Outra medida importante, que demonstra o compromisso do governo com o pesquisador maranhense, foi a equiparação das bolsas de mestrado e doutorado da Fapema às da Capes. A medida era esperada há anos pela comunidade acadêmica”, avalia a presidente.

As ações de interiorização da Fapema reforçaram a proposta de aproximação entre a principal agência de fomento do estado com a academia. “Temos dado um novo ritmo ao trabalho da Fapema, com a interiorização das ações do órgão. Visitamos o interior do Maranhão, levando ao conhecimento dos pesquisadores as ações da Fundação. Com isso, estamos dando mais oportunidade para todos que se interessam em ter apoio da Fapema”, observa Rosane.

O projeto de popularização da ciência está inserido no objetivo principal da governadora Roseana Sarney, de promover a igualdade de oportunidade para todos. “Sem ciência não há desenvolvimento e por isso queremos incentivar novas pesquisas no Estado”, completou Rosane. 

Para facilitar o acesso dos pesquisadores aos serviços oferecidos pela Fundação, foi criado um novo site, mais ágil e fácil de navegar e um novo Sistema Patronage, que é uma das ferramentas mais utilizadas pelos pesquisadores maranhenses que acessam o portal www3.fapema.br. Com a mudança, foram aperfeiçoadas e padronizadas as solicitações de bolsas, facilitando, sobretudo, o preenchimento do cadastro e o acompanhamento do pedido, que agora pode ser feito on-line.

O resultado positivo dessas modificações pode ser constatado pelas estatísticas de acesso. No começo do ano, eram pouco mais de 200 acesDSC04028sos diários. Hoje, são mais de 15 mil acessos por mês. A Fundação também registrou números recorde de inscritos em editais como o Primeiros Projetos e o Prêmio Fapema, o que demonstra uma visibilidade maior das ações da instituição.

Em novembro, a Fapema realizou o Primeiro Encontro de Inovação Tecnológica, abrindo o diálogo entre pesquisadores e setor produtivo. Essa iniciativa deve gerar maiores investimentos em pesquisas nas empresas, seguindo tendência mundial de produção de inovações. “Apoiamos também eventos como a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e a Exposição Antropológico-fotográfica: Zeladores de Voduns”, enumera Rosane.

A Fundação tem como missão elaborar, realizar e gerenciar convênios e progrSELECIONADAPremio_Fapema_2009-Foto_02_Carlos_Netiaramas estratégicos em prol da ciência e desenvolvimento do Maranhão. Um desses programas é o Prêmio Fapema, que este ano premiou pesquisadores, jornalistas e uma personalidade do saber popular. O prêmio é uma oportunidade para a sociedade conhecer o que se faz no Maranhão, nesta área, e tem o intuito de reconhecer a capacidade técnico-científica de estudantes e profissionais maranhenses.

A iniciativa visa maior divulgação da ciência e tecnologia, na perspectiva de incentivar a inovação e o desenvolvimento do Maranhão. Em 2009, o Prêmio teve como tema “A Refinaria Premium e o Desenvolvimento do Maranhão”. O tema foi apresentado na décima primeira edição do projeto “Colóquios Fapema”, com a participação de pesquisadores, estudantes, professores e demais pessoas interessadas nessa temática.

O propósito do colóquio foi fomentar discussões no meio acadêmico sobre a Refinaria Premium I, que será instalada no município de Bacabeira, distante 60 km da capital maranhense. A palestra foi apresentada pelo Diretor da Agência Nacional de Petróleo, Alan Kardec Duailibe Barros Filho. O investimento representará um novo momento para o Maranhão, sobretudo, pelo grande número de empregos que serão gerados, o surgimento de novos cursos de qualificação profissional, novas pesquisas na área e seu impacto para o crescimento do Estado.

  Categorias: