Biobijuterias são tema de oficina durante I Mostra Cientifica

Biobijuterias são tema de oficina durante I Mostra Cientifica
outubro 21 13:37 2010

 

Garrafas Pet, latas de refrigerantes, tampas de garrafas e muita criatividade são a matéria prima da Oficina de Biobijuterias, uma das 350 atividades que acontece dentro da programação da I Mostra Cientifica do Maranhão, aberta nesta quarta-feira, 20, na Praça Maria Aragão e será encerrada na sexta-feira, 22.

A oficina é coordenada por um grupo de sete pessoas que fazem parte do Projeto de Conscientização Ambiental nas Escolas – PROCAE, que nasceu dentro de uma das salas de aula do Estaleiro Escola. “Nosso objetivo é trazer para a população cultura, sensibilização ambiental, geração de renda e ressocialização através de palestras ambientais, oficinas de reciclagem, biobijuterias, reaproveitamento de resíduos e papel”, informa uma das idealizadores do PROCAE, Michele Sousa.foto_bijuu

A oficina também será ministrada na quinta-feira, 21, e na sexta-feira, 22. Além de ensinar os participantes a ter olhar diferente sobre materiais considerados descartáveis, como papel de jornal, caixa de leite e folders de anúncios, a oficina também proporá que os alunos utilizem a criatividade para harmonizar o uso desses materiais em composições de bijuterias coloridas e leves.

 Além de bijuterias, a equipe do PROCAE também apresenta aos visitantes da I Mostra Cientifica outros objetos que podem ser elaborados a partir de material reciclado, como cortinas de garrafas Pet, tabuleiro de xadrez de papel de jornal, blocos de papel de cebola e palha de Bijusmilho.

Para a funcionária pública Joselina Franco, a oficina sobre biobijuterias possibilita ao participante uma sugestão de ganho de renda. “Além de ser uma boa maneira de não jogar no lixo ou mesmo na natureza coisas que se pensam não serem mais úteis”, declara.

 A I Mostra Científica do Maranhão foi aberta quarta-feira, 20, e se estenderá até sexta-feira, 22, das 9h às 18h na Praça Maria Aragão. O evento é promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Centro Universitário do Maranhão (UniCEUMA), e apoio da Vale e Secretaria Estadual de Educação.

 

  Categorias: