Brasil participa de discussão sobre a administração dos oceanos

Brasil participa de discussão sobre a administração dos oceanos
outubro 13 11:32 2009

A Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) das Nações Unidas, por intermédio da  Unesco, promove em Paris, na França, uma mesa redonda para estudar estratégias científicas capazes de garantir a preservação dos oceanos.

O encontro, que começou ontem (12) e termina hoje (13), reúne ministros e chefes de estados de diversos países. O secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Luiz Antonio Barreto de Castro, representa o ministro Sergio Rezende. oceanos

O Brasil tem cerca de oito mil quilômetros de litoral banhado pelo oceano Atlântico Sul. O País chega a ter controle jurisdicional sobre uma área marinha de 4,5 milhões de km². Pela extensão e posição geográfica, o Brasil tem um importante destaque geopolítico e estratégico na administração dos oceanos.

Três temas são discutidos no encontro: o papel da ciência e das Nações Unidas na gestão dos oceanos; a contribuição da Unesco no monitoramento da situação dos oceanos e de seus serviços ecológicos; oceanos e mudanças climáticas.

Para o Brasil os temas são importantes porque o País tem uma enorme diversidade biológica e geológica, incluindo a camada pré-sal de petróleo. A participação brasileira ressaltará também a posição sobre a importância dos mares e a exploração reacional dos recursos dos oceanos.

Um dos objetivos do encontro é delinear os futuros compromissos adotados pela Unesco para o gerenciamento dos oceanos. O MCT é considerado pela COI a Instituição Nacional Designada da Comissão no Brasil. Além disso, é o responsável pela coordenação nos programas de Ciências Oceânicas e no programa regional para o Caribe.

  Categorias: