Cartilhas educativas são lançadas pela Rede de Pesquisa da Baixada, em São Bento

Cartilhas educativas são lançadas pela Rede de Pesquisa da Baixada, em São Bento
dezembro 06 14:29 2013

DSC 3817Com o objetivo de preservar os recursos naturais e proteger também a vida do ser humano, pesquisadores da Rede de Pesquisa da Baixada Maranhense – REBAX elaboraram cartilhas educativas para a comunidade local. Esses produtos foram lançados na 2° etapa do II Workshop da Rede que aconteceu em São Bento, MA, no último sábado 30, realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA.

As cartilhas são referentes aos projetos desenvolvidos pela REBAX no biênio 2011-2013. O objetivo principal dos criadores – pesquisadores e estudantes da Rede – é compartilhar com a comunidade local os resultados obtidos das pesquisas realizadas nos municípios da Baixada Maranhense.

Segundo a professora Zafira Almeida, coordenadora da REBAX, percebeu-se a necessidade de alcançar os próprios moradores da Baixada. “Nós precisávamos pensar em algum produto para os atores principais envolvidos no processo, no caso, os pescadores, agricultores, ribeirinhos. Dessa forma pensamos: o que a gente tem a dizer a eles? E a melhor forma de nos comunicarmos com eles foi através dessas cartilhas, com uma linguagem clara, mais visual”, declarou. O conteúdo das cartilhas possui uma linguagem didática e acessível à população. Cada grupo da Rede ficará responsável pela distribuição do material à comunidade. DSC 3806

Atualmente estão sendo executados pela Rede, 12 projetos divididos em três linhas de pesquisa. Dentre os projetos está o “Ecoepidemiologia da esquistossomose na cidade de São Bento”, coordenado pela professora doutora Ana Lúcia Abreu Silva.

Tendo como uma das bases o fato de que a esquistossomose ou barriga d’água é a terceira doença parasitária que mais mata no mundo e consiste num relevante problema de saúde no Maranhão, o objetivo dos pesquisadores é buscar um maior aporte de conhecimentos sobre os fatores envolvidos no ciclo da transmissão da doença para que, dessa forma, possam evitar a contaminação e tratar as pessoas já infectadas. Na cartilha que será distribuída na comunidade, há informações sobre o que é a doença, quais são as formas de transmissão, sintomas, prevenção e tratamento.

A REBAX é uma rede de pesquisa que envolve pesquisadores ligados ao quadro de professores da Universidade Estadual do Maranhão e Universidade Federal do Maranhão. O objetivo da Rede é a formação de recursos humanos e a produção de conhecimentos científicos, tecnológicos e de inovação que contribuam para o desenvolvimento sustentável da região da Baixada.

  Categorias: