Casa de Apoio de Ninar tem papel importante no tratamento de crianças, destaca Revista Inovação

setembro 06 20:37 2017

ninar-pesquisa-fapemaA Casa de Apoio Ninar, inaugurada em julho pelo Governo do Maranhão, está em um dos principais artigos da 31ª edição da Revista Inovação, lançada na última terça-feira (05), em São Luís.

A publicação, com foco na primeira infância, traz uma pesquisa sobre a síndrome congênita do zika vírus e um artigo sobre a Casa de Apoio Ninar, assinado pela coordenadora do Núcleo de Difusão Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Maristela Sena, e pelo jornalista Israel De Napoli.

“O tema da edição desta revista foi pensado por meio de uma parceria com a Defensoria Pública e seu projeto de Mobilização Social pela Primeira Infância. A partir daí, identificamos os pesquisadores e começamos a detalhar os assuntos que seriam abordados”, explica a coordenadora.

“A partir desta pesquisa, identificamos atores importantes que indicaram a Casa de Apoio Ninar como objeto importante para o tratamento de crianças. É um equipamento inédito no Brasil e que faz um trabalho que merece ser conhecido”, completa Maristela.

Cuidar das crianças

Esta edição da Inovação mostra como as pesquisas do Estado estão cuidando das crianças maranhenses em vários aspectos e dimensões em relação a saúde, educação, atendimento e monitoramento do desenvolvimento infantil.

“Além de um lugar de acolhimento para as famílias e para as crianças, a Casa de Apoio Ninar será um espaço para o desenvolvimento de atividades multidisciplinares que incluem avaliações médicas, oficinas, palestras, circuito de estimulação multidisciplinar, musicalização infantil e de adulto, arteterapia, dança, dentre outras atividades”, cita um dos parágrafos do artigo.

“A intenção é que pais e profissionais saiam da Casa de Apoio Ninar com um planejamento para saber o que fazer nos próximos três meses e quando retornarem será feito um novo ciclo de atividades para fortalecimento do vínculo”, completa a publicação.

A versão online da revista pode ser acessada no endereço www3.fapema.br e ainda conta com artigos sobre pesquisa de diagnósticos mais precisos para casos de leucemias infantis e sobre o universo literário infantil no computador.

  Categorias: