CGEE publica plano de ação de C&T para a Amazônia Legal

CGEE publica plano de ação de C&T para a Amazônia Legal
fevereiro 14 13:48 2014

13 foto03O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) publicou uma proposta para nortear a Política de Ciência, Tecnologia e Inovação da Amazônia Legal. O documento prevê que a proposição de um Plano de CT&I para a Amazônia Legal pode contribuir para a adoção de um novo modelo de desenvolvimento na região, baseado em conhecimentos e inovações, elaborado a partir da interação sistêmica entre atores e instituições relevantes (PCTI/Amazônia).

De acordo com o diretor do CGEE e supervisor da ação, Antonio Carlos Filgueira Galvão, o plano ganhará contornos práticos e resultados concretos a partir do comprometimento das lideranças e atores regionais e pela convergência de sua programação, tanto no âmbito federativo, quanto no âmbito horizontal da relação da Política de CT&I com as demais políticas públicas direcionadas à região.

“O documento ressalta a importância de mudanças que reforcem e promovam a centralidade das ações de CT&I no conjunto das estratégias de desenvolvimento. A meta é propiciar a utilização intensiva de conhecimentos e agregar valor à biodiversidade regional, ampliar as oportunidades de emprego e renda e compatibilizar o dinamismo da economia com a mitigação dos impactos sociais e ambientais esperados”, ressalta.

Dentre as principais propostas do plano destacam-se metas como a de aumentar em ao menos 50% a participação da Amazônia no total de dispêndios do governo federal em CT&I. Outra sugestão prevista na publicação é a de triplicar o número de doutores existentes e atuantes na região, com ênfase nas áreas do conhecimento correlatas à Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), sempre considerando as desigualdades intrarregionais que caracterizam o sistema regional de CT&I.

Para o líder da iniciativa no CGEE, Henrique Villa, desde a gênese, a orientação do Centro era a elaboração de uma proposta que pudesse representar um consenso coletivo sobre o papel da CT&I para o desenvolvimento da Amazônia nos próximos 20 anos, tendo como pano de fundo o aproveitamento sustentável da rica biodiversidade regional.

Programas

Por ser um documento que vai além da proposição de estratégias, caracterizando-se como Plano de Ação, o PCTI/Amazônia propõe um conjunto de programas: Apoio à Infraestrutura de CT&I da Amazônia (ProInfraCTI); de Fortalecimento e Expansão da Base de Recursos Humanos da Amazônia (ProRH); de Estruturação e Ampliação dos Polos Regionais de Inovação (ProInovar); e de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento da Amazônia (Pro Pesquisa).

O plano nasceu de uma demanda conjunta dos secretários estaduais de Ciência e Tecnologia (Consecti) e dos presidentes das fundações de Amparo à Pesquisa (Confap), encaminhada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). A pasta acatou a sugestão e convidou o CGEE para coordenar a elaboração do documento, que contou com a participação de mais de 600 atores regionais, durante um período de aproximadamente 11 meses, com a realização de diversas etapas, entre rodadas de consultas e discussão com os seus protagonistas.

Acesse a íntegra do plano neste link.

  Categorias: