Com apoio da Fapema, UFMA sedia evento internacional sobre estudos celtas e germânicos

Com apoio da Fapema, UFMA sedia evento internacional sobre estudos celtas e germânicos
outubro 19 20:05 2016

celtas-e-germanicosDe 26 a 28 de outubro, a Universidade Federal do Maranhão sedia o VII Simpósio Nacional e VI Internacional de Estudos Celtas e Germânicos, que acontecerá no Centro de Ciências Humanas (CCH). Com o tema “Guerra e Paz: Práticas Bélicas e Solução de Conflitos entre Celtas e Germanos”, o evento conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), por meio do edital de Apoio à Realização de Eventos Científicos (AREC). O simpósio reunirá pesquisadores nacionais e internacionais que aprofundarão os estudos celtas e germânicos e suas contribuições para a formação histórica e cultural do Brasil.

De acordo com os organizadores, o Brasil possui uma herança sociocultural muito densa, tanto pela presença dos portugueses e seu legado celta, quanto por uma sobrevivência de folclores e mitos germânicos na cultura popular, permitindo a conservação de elementos oriundos da Idade Média. “Os estudos sobre temáticas celtas e germânicas no País estão crescendo, contudo ainda são muito escassos, logo, a intenção do simpósio é estimular e divulgar pesquisas desenvolvidas nessa área”, explicam.

Apresentações de trabalho, lançamento de livros e minicursos fazem parte da programação do evento, com destaque para a conferência de abertura que será ministrada pela professora italiana, Chiara Benati, da Universidade de Genova, e a conferência de encerramento que será realizada pelo professor Carlos Roberto Figueiredo Nogueira, da Universidade de São Paulo, que abordará a temática “Paganismo e Ruptura: a conversão dos bárbaros e a questão das ‘permanências’ medievais”.

Os inscritos participarão de um encontro cultural e uma conversa com o escritor Orlando Paes Filho, que escreve livros e histórias em quadrinho com temática medieval, abordando principalmente as Cruzadas Medievais. Os participantes terão a oportunidade, também, de integrar a uma oficina de arco e flecha, atividade esportiva originária da Idade Média, que será ministrada pela Federação Maranhense de Arco e Flecha (Femarco) e pelo clube Arquearia Imperial.

As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro e custam R$ 30 para ouvintes. Para quem quiser apresentar trabalho, o valor cobrado será de R$ 40 para graduandos e R$ 50 para graduados. Os minicursos custam R$15 cada. Outras informações no site do evento.

 

 

  Categorias: