Começa Pré-Encontro de Inovação Tecnológica do Maranhão

Começa Pré-Encontro de Inovação Tecnológica do Maranhão
novembro 05 20:43 2009

foldernit_cmyk1Um curso sobre “Propriedade Intelectual e Redação de Patentes” fez a prévia, nesta quinta-feira (05), do I Encontro de Inovação Tecnológica do Maranhão, que será promovido, amanhã (06), pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), em parceria com o Sebrae/MA.

Tutorado pela coordenadora da Rede NIT (Núcleo de Inovação Tecnológica) do Nordeste, Cristina Quintela, o curso faz parte da programação da Feira do Empreendedor. Diante de um público plural, com pessoas de várias instituições de ensino superior, Quintela quis conhecer o interesse dos pesquisadores. Com essa abordagem, ela buscou identificar os projetos de pesquisa que podem gerar patentes.

“Devemos preparar o Brasil para uma maior participação em ações de inovação”, incentivou Quintela. A economia brasileira representa 2,2% do PIB mundial, mas as patentes somam inexpressivos 0,1%. No Maranhão, em 2008, foi registrada apenas uma. Este ano, a Fapema já depositou quatro pedidos de patenteamento. “Patente é uma questão de soberania e segurança nacional”, defendeu.

O Brasil está na contramão da tendência encontrada nos países mais desenvolvidos, nos quais o número de pesquisas realizadas nas indústrias é maior do que as produzidas pelo governo ou em universidades. Aqui, a academia continua como principal geradora de ciência e tecnologia.

Mitos

Quando se fala em patente, três preconceitos permeiam o imaginário popular, destacou Quintela: é caro; é só para empresas; é difícil e precisa contratar. Para desmistificar, ela mostrou que as micro-empresas são responsáveis por 912 registros de Desenho Industrial, enquanto as grandes empresas registraram 851, entre 2001 e 2004.

Aliás, Registro de Desenho Industrial é um dos três tipos de patente. Os outros dois são: Invenção, que tem vigência de 20 anos, e Modelo de Utilidade, com prazo de 15 anos. Com a patente, os inventores garantem direito de propriedade, e a fabricação do produto, por exemplo, fica condicionada a pagamento de royalties.

Programação

O Pré-encontro de Inovação Tecnológica vai até as 18h, com a finalização do curso de “Propriedade Intelectual e Redação de Patentes”. Hoje a tarde, acontece também o curso “Inovação na Empresa”, ministrado pelo coordenador Regional da Finep, Deuci Castro.  

Amanhã, às 8h30, acontece a cerimônia de abertura do I Encontro de Inovação Tecnológica. A programação segue com a palestra “O que é inovação?”, uma Mostra de Tecnologia, com invenções maranhenses, além dos debates sobre “O papel dos Núcleos de Inovação Tecnológica”, “Inovação e Desenvolvimento”, “Apoio a Inovação” e “Cooperação ICT-Empresa”.   

      

  Categorias: