Conferência Mundial sobre Raios terá número recorde de trabalhos

Conferência Mundial sobre Raios terá número recorde de trabalhos
março 30 11:51 2011
_viewblob.phpO Brasil será sede, em agosto, da conferência considerada a maior do mundo na área de eletricidade atmosférica. A 14ª International Conference on Atmospheric Electricity (ICAE 2011) será realizada, no Rio de Janeiro, sob coordenação local do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT). Além de acolher as discussões em torno do tema, o país também apresentará número recorde de trabalhos no encontro.

A organização do ICAE recebeu a inscrição de 400 trabalhos de 37 países. Os números ultrapassam as marcas históricas de 300 trabalhos (na edição de 2007, na China) e de 30 países (na edição de 1992, na Rússia). Na avaliação do coordenador do Elat, Osmar Pinto Júnior, a movimentação em torno do evento traz grandes expectativas, no sentido de mostrar os avanços das pesquisas nos últimos quatro anos, em especial no país.

“O Brasil também ostenta um novo recorde na conferência. Dos 400 trabalhos que serão apresentados, 102 são de brasileiros. Estamos com um número maior de trabalhos nesta conferência, seguidos pelos Estados Unidos, Rússia, China e Japão. Isso tudo mostra a força, a relevância e o alcance da pesquisa que tem sido feita no Brasil sobre raios, particularmente, pelo Grupo de Atividades Atmosféricas, que começou essas pesquisas, há 25 anos, quando, no Brasil, não havia praticamente nenhuma pesquisa sobre o assunto ”, enfatizou Osmar.

De acordo com o coordenador do Elat, o Brasil foi escolhido como sede, após sugestão do próprio Inpe, e deliberação do Comitê Internacional de Atividades Atmosféricas. Para o especialista, trata-se de um marco para o país por se tratar da principal conferência do mundo sobre raios, tendo a primeira edição no Hemisfério Sul em 60 anos de realização.

“Fizemos a proposição por entender que já temos uma expressiva pesquisa e contribuição internacional no setor. Os dois candidatos eram o Brasil e os Estados Unidos e nós conseguimos vencer a eleição e trazer a conferência para o Brasil. Essa pesquisa é fundamental porque o Brasil é um País com maior incidência de raios do mundo, com cerca de 50 a 60 milhões de raios por ano”, ressaltou Osmar.

O ICAE acontece entre 7 e 12 de agosto deste ano. A conferência, organizada pela Comissão Internacional de Eletricidade Atmosférica, fornece uma oportunidade única para que cientistas, engenheiros e todos os usuários de informações sobre relâmpagos possam apresentar e discutir os últimos resultados e o estado da arte da pesquisa em eletricidade atmosférica.

Confira as informações sobre o evento no site. http://www.icae2011.net.br/index.html

  Categorias: