Dinamarca pretende implantar postos de carregamento de carro elétricos

Dinamarca pretende implantar postos de carregamento de carro elétricos
dezembro 03 14:45 2009

A Dong energy, maior empresa produtora de energia da Dinamarca, planeja implantar em todo país estações de carregamento de carros elétricos. Em parceria com a Silicon Valley, US$ 100 milhões serão investidos em cabeamento e postos, que forneçam energia aos carros elétricos. A bateria do carro pode ser recarregada em minutos e tem autonomia para aproximadamente 350 quilômetros.carro_eletricos

A intenção da Dong é abastecer os carros elétricos com energia eólica, que hoje representa aproximadamente 20% de toda eletricidade produzida no país escandinavo. “Somos perfeitos para energia produzida dos ventos”, disse o fundador e chefe executivo da Better Place, Shai Agassi, principal produtor da bateria para os carros no país. “Se você tem várias baterias a espera de energia, é como ter vários baldes à espera da chuva”, completou Agassi.

Segundo o professor de planejamento energético da Universidade de Aalborg, Henrik Lund, “existe uma barreira psicológica entre os consumidores, quando eles dependem de um posto para carregar a bateria do seu carro”. Ainda hoje são pouquíssimos os carros elétricos em um dos países que mais zelam pelo meio ambiente.

O ministro do transporte dinamarquês Lars Barfoed disse que seu país pretende ser laboratório de testes para carros elétricos, híbridos e outras novas tecnologias. “Queremos mostrar ao mundo que podemos fazer algo para mudar”, concluiu Barfoed.

Em janeiro deste ano, Agassi prometeu que até o fim de 2010 a Dinamarca possuiria 100 mil postos de carregamento prontos e milhares de carros elétricos espalhados pelo país. Até agora apenas 55 postos estão funcionando no país e não chega a 500 o número de carro elétricos circulando nas ruas.

As pessoas que possuem carros elétricos na Dinamarca tem benefícios quando vão estacionar o carro no centro da cidade. Elas não pagam por isso, enquanto os carros movidos a combustíveis como gasolina, diesel e etanol pagam cerca de 2 euros.

  Categorias: